Home » Outros Esportes » Fórmula 1 » História

História

Somos saudosistas por natureza. Tudo que já foi parece sempre melhor do que aquilo que é ou da perspectiva do que pode chegar.  Essa característica do ser humano não sou eu quem vai tentar explicar. Mas vou tentar não repetir.

Quando acordei as 7 da manhã ansioso para ver a corrida que deixei gravando não tinha nada a ver com “um brasileiro na disputa”. Tinha a ver com o fato de estarem na pista no mínimo 4 pilotos acima da média fazendo história todo final de semana.

Eu vi o Schumacher, ídolo, ganhar tudo na Ferrari e vi graça nisso por ser ferrarista, por saber o quanto a equipe tentou se reerguer e o quanto o alemão era diferenciado nos detalhes para não precisar do confronto, não para correr deles.

Mas cansei de ouvir e repetir que sentia falta de ter ao seu lado uma legião de “craques” como tivemos em outros tempos. Hoje, por algum motivo, me peguei pensando que um dia direi ao meu filho ter visto Hamilton, Kimi, Alonso, Vettel e quem sabe mais um desses novatos na mesma pista.

Talvez com o mesmo orgulho de quem viu Senna, Mansell, Prost e Piquet, talvez menos. Bem menos.

Não sei.

Não consigo imaginar o que seria do Ayrton na Ferrari, nem do que teria sido do Prost se a McLaren pedisse pro piloto vir patrocinado. Sei que eram gênios, como não tenho dúvidas de que Fernando Alonso está neste patamar de qualidade. Um pouco mais, um pouco menos, não sei, só os próximos 10 anos vão me dizer. Mas é um fora de série, como é o Vettel, como tem o Hamilton a mesma “loucura” gostosa de assistir que tinha o Mansell.

“Não é mais a mesma coisa”. E não, não é. Nunca será.

Mas talvez ainda possa ser muito bom. Como está sendo ver estes 4 caras na pista dividindo curva e escrevendo a história que eu vou contar pros meus netos e filhos dizendo que “antigamente era melhor”.

abs,
RicaPerrone

Comentários