Home » Futebol » Clubes » Cruzeiro » Grêmio ainda sonha

Grêmio ainda sonha

Grêmio e Cruzeiro tinham tudo pra fazer um jogo tecnicamente de alto nível, mas não aconteceu. Foi uma guerra tática, cheia de marcação, cheia de vontade e decidido no detalhe.

Detalhe este que pode ser considerado um gol mal anulado do Cruzeiro, talvez um pênalti a favor do Grêmio (que eu achei que foi) ou, especialmente, a postura dos 2 times.

Técnicamente e ofensivamente o Cruzeiro é mais forte que o Grêmio. Poucos times tem Roger, Gilberto e Montillo na criaçao. Não dá pra usar os 3 juntos, talvez. Mas pelo menos 2 eu arriscaria.

Quando foi a campo e passou 30 minutos apenas se defendendo, o Grêmio cresceu e perdeu o “medo” pela principal arma dos mineiros, que é o bom toque de bola no meio-campo.

Mas, com 8 atrás e vivendo de lançamento, o Cruzeiro se fechou bem e evitou o gol tricolor, que poderia ter saído no começo pela postura em campo. Na base do “Só o futebol explica”, o Cruzeiro fez o dele num cruzamento da esquerda. Montillo, que joga muita bola, tentou 2 vezes e fez.

Aí quem sentiu foi o Grêmio, que parou de criar. Jonas, em tarde apagada, ficou preso demais na marcação e deixou todo serviço pro estreante Júnior, que correu e deu trabalho o tempo todo.

O Grêmio empata no final e o segundo tempo muda de figura.

Mais ofensivo, o Cruzeiro dá espaços e não consegue o segundo gol. O Grêmio, cheio de vontade, em casa, motivado e brigando muito, faz 2×1 num pênalti que aconteceu.  Vem Roger e Gilberto, o Cruzeiro cresce, melhora e toma conta do mei0-campo.

E aí fica a pergunta: Porque o Cuca, treinador que nunca foi de enfiar o time na defesa, não optou por entrar com 2 deles?  É natural que com 2 meias deste nível o adversário fique mais preso a marcação e te dê menos trabalho. Infelizmente a maioria dos treinadores acham que é mais prático vencer se defendendo do que agredindo.

E pior? Estão com a razão na maioria das vezes.

Gol mal anulado do Cruzeiro e fim de papo. O Tricolor ainda sonha, o Cruzeiro não tem porque se desesperar. Perder pro Grêmio no Olímpico é a coisa mais normal do mundo.

E por mais “anormal” que pareça, o Grêmio está vivo na briga pelo título. Outro clube com 8 pontos atrás não seria tão otimista, mas… é o Grêmio. Basta.

abs,

RicaPerrone

Comentários