Home » Futebol » Clubes » Flamengo » Fluzão contra a bagunça

Fluzão contra a bagunça

No último Fla-Flu do Maracanã antes da reforma para a Copa, um catadão rubro-negro contra um organizado Fluminense. Deu a lógica, deu Flu. Sem brilhar, sem ousar, o Tricolor fez o dele, parou de jogar, administrou até fazer o segundo e matar o jogo.

O Flamengo, que sofreu com desfalques e a nítida falta de organização tática, apenas correu. Raça ajuda, mas não resolve. É preciso formar um time.

O jogo começa com um Fluminense empurrando o Flamengo na defesa, o que não era muito difícil, já que o Flamengo só tinha jogador na defesa.

O rubro-negro aceita, recua, até tomar o gol. Toma, e aí o Flu pára e administra.

O Flamengo corre, porque é só o que consegue fazer. Não se pode sair vaiando o time por falta de vontade. Eles correram, tentaram, mas… não há padrão algum, tática alguma. É um catadão.

Hoje, então, desfalcado, pior ainda.

Se não conseguiram formar um time com os 10 de 2009 mais o reforço do Love, imagine perdendo 4 titulares e 4 reservas pra um jogo.

O Fluzão foi bem na medida do que lhe permite o treinador, covarde e pragmático.  Mesmo vendo o Flamengo perdido e os espaços abertos, preferiu se defender do que matar. Ainda assim, matou num lance isolado.

O Flamengo pressionou, não tinha nem idéia do que fazer com a bola, até que o Bruno fez um golaço. Mas era tarde.

Um time tinha 11 jogadores postados em suas posições. O outro, 11 perdidos no campo. Deu o que tinha um time formado.

Rogério está sendo pouco inteligente, eu diria. Se escala 11, sem inventar, a carga da derrota cai na ‘falta de elenco”. Quando tenta inventar, cai na invenção dele.

Tá arriscando a toa. E tá fazendo tudo errado, na minha opinião.

O Flamengo só não precisa se desesperar porque ainda tem um time forte no papel e pode reforçar nesta pausa da Copa. Aí sim, começa o Brasileirão.  Se não tivesse a pausa, eu diria que a situação era preocupante, pois precisa de técnico e precisa formar um time.

Só ter peças não adianta nada se não tiver quem monte o quebra-cabeça.

E o Flu, que não jogou mal, de forma alguma, ainda não tem muito a cara do Muricy. Sigo apostando, com pesar, de que este time vai recuar até começar a perder na medida em que o campeonato avança.

Veremos.

abs,
RicaPerrone

Comentários