Home » Futebol » Clubes » Fluminense » Fenômenos do Flu

Fenômenos do Flu

O Fluminense deve ter 2 verdadeiros fenômenos do futebol brasileiro em breve. Belletti e Deco são, sem dúvida, bons jogadores. Devem melhorar bastante o time de Muricy, se não foram improvisados de zagueiro e volante, respectivamente.

O que espanta nestas contratações é o quanto o futebol europeu valoriza um jogador. Deco saiu do Corinthians, foi passear em Portugal e ficou lá até dar certo no Porto, quarto time que defendeu na terrinha.

De lá pro Barcelona, onde jogou bem. Foi pra Copa com Felipão, foi pro Chelsea, nunca mais foi “brilhante”, e hoje volta ao Brasil com fama de estrela internacional.

E é, que fique claro.

Belletti saiu do Cruzeiro trocado por 5 jogadores do SPFC mais o Serginho. Jogou lá, não virou ídolo, foi emprestado ao Galo. Dali, pro Villareal, onde foi bem, sem brilho.

No Barcelona, mais reserva do que titular, fez um gol histórico, mas jamais foi um jogador indispensável. No Chelsea, idem.

Volta com status de craque, coisa que não é.

A semelhança entre os dois é simples. De jogadores medianos no Brasil, passaram a craques internacionais. Com dose de méritos, outra de exagero, outra de camisa.

Jogar no Chelsea, no Barcelona, no Real acaba rotulando jogadores.

Deco é um meia de bom nível, longe de ser craque. Tem em sua carreira uma passagem pelo Barça, uma boa pelo Porto e uma fase ruim no final.

Belletti tem uma carreira regular, com um gol antológico.

Os dois sairam daqui como se fossem meras vendas de “composição de elenco”, e voltam como “estrelas internacionais”.

Casos de Felipe Melo, Daniel Alves, entre outros tantos que conheceremos pela TV e não no estádio.

Estes ainda vimos ao vivo, e vimos jogar pouca coisa.

Maduros, experientes e cheios de moral, são ótimos reforços pro Fluminense.

Mas que são fenômenos, são.

abs,
RicaPerrone

Comentários