Home » Sem categoria » Extra-campo: Thiago Rodrigues

Extra-campo: Thiago Rodrigues

Hoje o blog abre espaço para os “não comentaristas”, porém entendidos e apaixonados por futebol, criarem seus textos sobre e apanharem tudo que os comentaristas apanham. Ou não. Vai que um deles troca de profissão porque acha mais fácil falar do jogo do que, por exemplo, interpretar um mocinho beijando a Debora Secco?  Não, não é o caso.

Pra começar a série no blog, convido meu amigo Thiago Rodrigues, ator, galã, bonitão, rubro-negro e corneteiro. Daqui pra frente é com ele.  O cara é tão boa gente que eu vou deixar falar de futebol europeu no meu, blog. Pode?

Somos todos farinha do mesmo saco?

Eu nao posso beber cerveja no estadio de futebol, porque as autoridades pensam que somos animais irracionais. Que a selvageria impera no comportamento de todos que saboreiam uma gelada ao assistir um jogo. Somos cavalos irados! Todos farinha do mesmo saco!

Somos incontrolaveis!

Nao controlam a falta de educacao, nao controlam quem nao tem nocao alguma de civilidade. Por abandono do governo, de investimentos em educacao, de todos os governos que passaram. Que agora acham mais facil proibir. Porque nao conseguiriam punir quem faz coisas erradas. Nao estao preparados para criar uma estrutura de justica, que funciona, que pune, que nao tolera. A impunidade eh a doenca mae desse pais! A partir dela, varias outras doencas se alastram.

O cara bebe, eh um idiota, tem atitude violenta dentro do estadio, causa confusao e eh preso. No outro domingo, ele volta ao mesmo lugar e faz a mesma coisa e eh preso pelo mesmo policial. Na Inglaterra, ele nao volta mais ao estadio. Tem que se apresentar na delegacia no horario dos jogos. Se nao comparecer, eh ordem de prisao. Os outros torcedores educados, civilizados, voltam a curtir sua cervejinha em paz. Voltam a olhar no olho do amigo, e fazer um brinde ao gol, aquele jogo que ficou pra historia…

Quem eh civilizado nao pode ser tratado feito um idiota, feito um paria que vai pro estadio arrumar confusao.

Eles proibem, nao ha outra saida! Aqui nao ha saida. Preguica e despreparo. Tudo eh curto prazo, e super faturado… Papo furado!

Talvez, as mesmas autoridades que foram, que sao coniventes com a “barbarie” que eh a EDUCACAO em nosso pais, sejam os mesmos que proibem o consumo de alcool nos estadios.

E quando fazem essa grita no plenario, fazem com uma demagogia imunda! Pois em sua maioria pensam diferente. Gostam de beber, um whisky, um vinho caro, ou ate mesmo, aquela pinga safada!

Querem jogar pra torcida moralista, pra quem nao tem capacidade de debater, encontrar saidas mais flexiveis.

Em lugar algum do mundo a cerveja eh proibida, acho que no Qatar, e em outros paises arabes, mas por questoes ligadas a religiao.

Fui ao Camp Nou em Barcelona, bebi algumas cervejas durante o jogo, civilizadamente todos ao meu redor faziam o mesmo. Nao vi nenhuma atitude violenta, nada que alguem que bebeu fez que tenha me chamado atencao. A nao ser atitudes engracadas, gente empolgada cantarolando de felicidade pela gloria de seu time de coracao.

Fui a jogos no Estadio Olimpico de Roma, na Amsterdam Arena, e no estadio Olimpico de Berlin, e em todos esses lugares, a mesma coisa.

Muita cerveja, muita alegria e muita educacao.

A presenca da policia eh apenas para monitorar os torcedores. No Brasil, eles “tocam a boiada”! A policia tem uma atitude hostil e destemperada!

Engracado que aqui, na porta dos estadios, de todos eles, a cerveja rola solta. O que acontece? Ao inves de beber tranquilamente uma, depois outra, e daqui a pouco mais outra, ele bebe varias na pressa! Ficando mais bebado, e mais euforico. Vai entrar bebado, como as autoridades temiam que ele ficasse, se bebesse dentro do estadio. Qual a diferenca?

A diferenca eh financeira, um golpe! Os ambulantes fazem a festa, os bares que podiam render muito dinheiro para os clubes ficam vazios, porque ninguem bebe cerveja sem alcool, e poucos bebem guarana no estadio.As pessoas decidem assistir os jogos em casa pra poder beber sua geladinha, ou no bar.

Depois reclamam que o torcedor nao vai mais ao estadio. E nao vai mesmo.

Mais uma vez eu volto a Europa. Na Inglaterra, na Alemanha e em quase todas as grandes ligas, a frequencia da torcida no estadio eh intensa. Tem clubes que chegam a preencher cerca de 95% dos lugares, em todos os jogos da temporada.

O torcedor sabe que nao vai encontrar violencia, sabe que vai encontrar um lugar perfeito pra assistir seu futebol.

Sabe que vai encontrar o banheiro limpo, vai encontrar lojas legais dentro dos estadios. Aqui, o banheiro eh um horror, e camisa do clube, so fora do estadio, falsificada…

Nao ha espaco para atitude agressiva. Nao ha impunidade. Muito pelo contrario.

Alias, a cervejinha esta totalmente ligada a tradicao de assistir futebol.

Temos que parar de proibir.

Agora a Dilma teve que liberar, mas apenas no periodo da Copa, e so porque rolou muita pressao dos patrocinadores do evento.

Temos que preparar as pessoas para que elas saibam o que estao fazendo. Para que elas tenham capacidade de fazer escolhas.

Educacao.

Ou milhares e milhares do anos, seculos e seculos nao serviram pra nada? Voltamos a ser paleoliticos, homens primatas de eras e eras atras?

Realmente, se voce nao educa seu filho, voce esta criando um sujeito sem condicao de estar numa sociedade. A nao ser que sua sociedade, seja numa savana, ao lado de zebras e girafas…

Agora, eu sou o rei do Pay per vieW, sentado no meu sofa confortavel, e com minha caneca servida de uma estupida cerveja exilada!

Abracos
Thiago Rodrigues

[box_light]Ator rubro negro, 31 anos, pai de um pequenino rubro negro de tres anos.  Fa do Zico, do Leandro, do Romario, do Petkovic e do Rivaldo. Fa do Messi, do Van Persie e do Iniesta.  Peladeiro profissional, camisa 8, bom chute, boa visao de jogo e boa tecnica.
Apaixonado por futebol.[/box_light]

Blog do Thiago:  http://bloglog.globo.com/thiagorodrigues/ 

Comentários