Home » Futebol » Botafogo » Espetáculo desnecessário

Espetáculo desnecessário

O Fogão deve ter sido o único dos grandes que meteu em campo os 11 titulares logo de uma vez. Preparado, treinando em paz e com um time muito definido, esperava ver a melhor das estréias.

Não vi, o que não me preocupa, diga-se. Mas vi um Botafogo competitivo, com bom time, boas perspectivas porém, hoje, abusando do espetáculo.

Eu adoro, nem preciso dizer, quem me acompanha sabe disso. Mas com 0x0 no placar não sei se é o caso. Talvez a idéia de que “estes são os 11” tenha sido tão forte em cima do Botafogo que os jogadores tenham sentido alguma necessidade de mostrar algo acima da média.

Pra uma estréia o básico bastava. Mas eles teimaram em fazer o mais complicado o tempo todo.

Tem lances no jogo que dá pra abrir a edição do Globo Esporte amanhã. Mas não entraram e, talvez, na ansiedade por matar o jogo, era mais negócio não esperar de cada ataque um drible do Mago, um lindo olé do Elkeson e um passe de 3 dedos do Andrezinho.

Quiseram, nem sempre conseguiram. Quando conseguiram, espetacular! Quando não, ainda empatando o jogo, se tornava perigoso e desnecessário.

Entendo como euforia, nem acho tão ruim. Mas é preciso registrar que hoje o Botafogo só não fez 7×0 porque quis sempre o caminho mais bonito e complicado. Nem sempre é assim. Na estréia, normalmente, nunca é assim.

O 3×1 não reflete o jogo pois as chances claras de gol do Botafogo em 90 minutos foram muitas, a maior parte delas em jogadas belíssimas.

É elogiável o Fogão entrar com os 11 logo de cara, ter isso claro e definido desde já.  O que fica de alerta neste jogo é a tentativa de enfeitar o jogo, tendência meio natural pra Maicossuel e Elkeson, que é preciso ser controlada enquanto não tem nada a perder.

Fora este detalhe, gosto do time, gosto da formação e só vejo motivos para elogiar a pré-temporada do Botafogo e a manutenção do elenco.

O projeto é bom, vai virar.

abs,
RicaPerrone

Comentários