O Flamengo tem 3 campeonatos grandes em disputa. Na megalomania de sua gente tentaria ganhar os 3.  No que podemos chamar de cenário real, baseado em 100 anos de história, é fundamental fazer escolhas. 

Não estamos falando de estadual e Brasileirão. Ou de uma Copa e um campeonato. Estamos falando de 2 copas em fases decisivas e um campeonato longo e competitivo. 

A Copa do Brasil e a Libertadores são os mais interessantes campeonatos a todos os clubes hoje, fruto da premiação, grandeza continental e da porcaria que é o sistema de pontos corridos como entretenimento. 

Os 3 o Flamengo não vai ganhar. Então porque não toma decisões e arca com elas agora do que preparar o discurso pra reclamar do calendário no fim? 

Abrir mão de um deles, que seja. E então a lógica é simples:  O Flamengo não tem qualquer cenário nas Copas. Elas recomeçam do zero fase a fase. No Brasileirão tem ótima situação. Não dá pra abrir mão de um campeonato onde até ontem você era líder. Entre Copa do Brasil e Libertadores, simples decidir.

Porque não mete os reservas logo na Copa do Brasil e o que vier ali é lucro? É mesmo mais interessante ter a desculpa do físico em caso de derrota do que a cobrança em cima da escolha? Claro que sim. Mas os grandes campeões escolheram. 

Escolha. Antes que lhe reste argumentos para explicar. 

abs,
RicaPerrone