Corinthians

É um time

A gente tem ainda muito a cultura de esperar que jogadores individualmente resolvam tudo e determinem quem é favorito numa partida.

Pra mim era consideravelmente claro que o PSV em meio de temporada seria mais perigoso e mesmo que o Timão aguentasse um tempo, uma hora o físico pesaria e o jogo mudaria.

Aconteceu.

Mas ainda assim, o Corinthians se mostrou “um time”, coisa que no Brasil pouca gente tem.

Um padrão, uma idéia de jogo e mesmo com caras novas e 5 dias de treino, havia um conceito em campo. A manutenção de todo o processo desenvolvido em 2017 era clara.  O time sabia exatamente o que fazer, nenhum jogador tentava ser “o cara” e o Corinthians começou o ano como terminou: eficiente.

Não é bonito de ver. Até porque as peças não possibilitam que seja. Não há nesse time uma grande qualidade técnica. Mas há um time.

E ter um time em janeiro é algo que hoje só Grêmio e Corinthians podem dizer que tem no Brasil. Os outros tem jogadores, elenco, metas, idéias. Mas time, só eles.

abs,
RicaPerrone

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar