Home » Futebol » Botafogo » E o mundo caiu, de novo.

E o mundo caiu, de novo.

É rotina, quase repeteco. O Botafogo ameaça, se prepara, começa a acertar e logo se depara com a fragilidade emocional do clube, do time e de sua força quase nula das arquibancadas.

Hoje é dia de demolir o clube, de novo.

É hora de pedir “fora todo mundo”, dizer que “não aguenta mais”, aquelas piadinhas todas que já nem partem dos rivais. Os próprios botafoguenses já constatam os fracassos para evitar os comentários.

Teses, textos enormes de “os 10 erros do Botafogo em 2012”, outros mais apaixonados pedindo que todos sejam trocados surgirão. Mas nada disso mudará o complexo alvi-negro de inferioridade.

Sim, complexo de inferioridade.

Ja disse, repito até cansar. Enquanto o Botafogo (e digo torcida, time, dirigentes e até mascote) pensar antes de uma decisão: “Mas sabe como é o Botafogo né…”, vai perder!

E vão perder até cansar, se é que já não se cansaram.

Hoje, por erros individuais, foi eliminado por um time inferior. Até semana passada, antes do clássico de domingo, tudo ia bem. Invicto, crescendo, se ajeitando, ainda assim, jogando pra ninguém, sem força alguma “em casa”  e sendo sempre a “surpresa”.

Cabe, torcedor, a algum time grande ser “surpresa”?

Surpresa é o cacete! O Botafogo precisa começar o ano como candidato e terminar alguns deles como campeão.  Hoje começa como “possível surpresa” e aí, meu amigo, já era.

Surpresa é Avaí, Figueirense, Vitória, Guarani…  Não o Botafogo.

Cansado, o torcedor não vai. O que vai desconta 15 anos de raiva num lateral esquerdo, num zagueiro ou num meia que chegou outro dia.

Não, ele não tem culpa. Torcedor não raciocina. Menos ainda o jogador que não merece pagar pelo passado recente de fracassos de uma camisa.

É um circulo, não acaba.

Eles cobram, reclamam, não ajudam. Ele treme, perde, decepciona. Eles cobram, reclamam e não ajudam. Ele treme, perde, decepciona.

Alguém vai ter que quebrar isso. Não serão 6 mil pessoas numa decisão, nem um time que entra em pânico toda vez que enxerga a possibilidade de perder.

O mundo caiu, de novo.

E nada vai mudar. Porque o Botafogo se acostumou a ser este “coitadinho” e seu torcedor “cansou” de esperar.

Segue o enterro. Sem novidades, infelizmente.

Mas note, botafoguense: Os que dizem ver no Fogão, hoje, um time “menor” são os mesmos que decretaram o fim do Flu na série C, do Fla em sequencia de quase rebaixamentos, o Corinthians nos 23 anos de fila e o Santos, que desde Pelé até Robinho teve alguns estaduais e só. Pergunta pra eles, hoje, se gigante encolhe….

abs,
RicaPerrone

Comentários