Cada lugar do mundo existe uma regra, uma lei, uma cultura.  Quando um negro vai a determinados lugares da Africa ele está em maioria. Quando um gay vai a Noruega ele não se sente discriminado.  É como um argentino indo a merda. Brincadeira.

Meu ponto é que há uma condição que te faz ser uma minoria incompreendida e muitas vezes ninguém sabe a dificuldade que é.  Você já parou pra pensar na desgraça que é ser ateu nesse mundo?

Num julgamento se jura sobre a bíblia. Na posse de comandantes pelo planeta se usa a bíblia. Os discursos todos feitos em nome da pátria ou do que te representa em algum momento se apoiarão em Deus.  E com absoluta certeza 90% de quem te cerca te vê como alguém “inferior” por não Deus no coração.

Você, que crê, essa hora já lê e pensa “tadinho…”.  E eu, quando te vejo pedindo ajuda pro vento se pensar algo assim sou um intolerante religioso.

Mas acredite: é foda ser ateu.

Eu adoraria ter alguém em quem confiar quando a coisa fica ruim. Seria tão mais fácil a vida se eu pudesse “deixar na mão de Deus”  quando preciso.

Eu poderia ter mais juízo com medo do inferno ou seja lá de que punição a sua religião sugerir aos que não seguem a cartilha. Eu teria uma esperança de algo melhor após a vida mesmo que tudo dê errado.

Acreditaria que algo além de um médico pode me salvar. Teria pra quem pedir nos pênaltis daquela final, embora ache  até um fervoroso cristão deveria achar tosco um esportista falar em Deus pelo resultado sendo que do outro lado há outro cristão que também rezou.

Ao longo de quase 40 anos eu vivi dentro de diversas religiões por motivos familiares. E por passear entre elas me nego a acreditar em todas. Talvez por ter tido a oportunidade de ver a semelhança entre os conceitos básicos de doutrinação. Talvez por ser um merda insensível, ou talvez por ser racional demais pra ter “fé”.

Tanto faz. Meu ponto é se vocês, abençoados, tem idéia do quanto a vida é mais difícil sem Deus.

Tocar no assunto já é um pecado. É como dizer que você é escorpião para um chato que acredita em signo.  Ele tem pena e medo de você. E nem te conhece.

Que merda, porque eu sou ateu e escorpião.

Não me odeie. Eu queria ser um de vocês, juro. Apenas não consigo. Meu racional é mais forte, meu passado me influencia e eu sou o maior prejudicado em estar nessa vida “sozinho” enquanto vocês tem alguém cheio de poderes pra ajudar.  Quem se fode sou eu. Não piore com seu julgamento.

Eu queria tocar no assunto. Por diversos motivos, mas primordialmente porque se fala muito em tolerância e respeito ao diferente. E esse é o “diferente” que ninguém alivia.  Tocar em “religião” dá pânico nas pessoas.  Mas também dava falar de sexo há 30 anos.

Vamos evoluir. Ou não. Mas deixa a gente ser ateu sem olhar pra nós com pena ou tentar salvar nossa alma.  A gente é limpinho. E melhor: fazemos o bem sem medo do inferno.

Merecemos ou não um abraço?

abs,
RicaPerrone