Home » Futebol » Clubes » Corinthians » Deu Corinthians

Deu Corinthians

Num cenário ideal Emerson teria feito um gol, Romarinho outro e com 2×0 sairiam do Morumbi gozando do rival em crise.  Mas nem mesmo o mais perfeccionista roteirista alvi-negro poderia criar um final mais agradável.

O São Paulo queria ganhar, e tentou. Não foi suficiente para vazar a impermeável defesa do Corinthians. Mas tentou.

O Corinthians tentou empatar. O tempo todo buscou se defender, não trocar a crise de lugar. Era isso, só isso.

Um empate manteria o SPFC “quase rebaixado” e o Corinthians “não mais aquele”. Uma derrota faria do Corinthians o “quase rebaixado” e do SPFC o “campeão que voltou”.

Futebol é foda.

Tite mexeu melhor que Muricy, que havia escalado o time melhor que Tite.

E naquela euforia do “campeão voltar”, o mais fanático corintiano sonhava apenas com um golzinho. Nada além disso.

Mas até pra rir corintiano tem que sofrer.  Aos 44, penalti pro São Paulo. E lá vai o “campeão voltar”, e o campeão do mundo “brigar pra não cair”. Era o fim.

Enlouquecidos os tricolores só conseguiam enxergar o mesmo que os corintianos. O gol do capitão aos 44 e uma festa sem fim, até quarta-feira, é claro.

Mas era tudo cena. Só pra lembrar que a sorte do Corinthians ainda não se esgotou, tal qual o azar tricolor.

Não há planejamento, diretoria, tática, técnica ou qualquer justificativa de um comentarista capaz de explicar o pênalti que não entrou. Era Ceni, sua história e categoria, contra um Corinthians deitado na lona esperando o último pontapé.

Cambaleando, se levanta. Enquanto o “quase vencedor”  vai a lona de forma cinematográfica.

Ninguém vence. A luta não termina.

Mas sabemos quem saiu derrotado deste empate. Mesmo tendo levado 1 ponto.

abs,
RicaPerrone

Comentários