Home » Diversos » Sem bola » Desculpa, João

Desculpa, João

Meu caro João Amoedo, candidato que respeito e tem minha preferência por ideologia.

Nos últimos meses eu fui um dos fiéis convictos que não aceitei a idéia de “ele não tem chance”, acreditando numa subida repentina, numa queda dos rivais, enfim, acreditando num “milagre”.

Agora faltam 3 dias, você está fora do segundo turno e o cenário não é mais discutível. É PT x alguém e esse alguém é o Jair Bolsonaro, outra figura que já disse aqui respeitar também.

Minha escolha por você era ideológica. Eu vejo nas suas idéias e no Partido Novo muito mais o que acredito no que nos convencionais. E por isso votarei no NOVO para todos os cargos abaixo de presidente e governador.

Mas João, eu preciso te dizer uma coisa meio chata. Eu vou te deixar na mão.

Não me considere um infiél covarde, longe disso. Voce sabe agora, a 3 dias da eleição, tanto quanto eu, que acabou toda e qualquer campanha para todos que não PT e Bolsonaro.

Eu não acho que o Bolsonaro vai resolver nossos problemas. Acho que ele pode contribuir em algumas coisas, mas não propõe exatamente o que acredito. Apenas na parte da mão firme com bandido, que confesso, adoro.

Apesar disso, há contra ele hoje tudo que eu mais abomino.

O comunismo, o socialismo, o fanatismo político, a miséria do povo enquanto os líderes enriquecem, os países destruídos pelo sistema absurdo que eles propõem, a corrupção mais escancarada e suja do mundo, o líder mais nefasto que já conheci e especialmente: pela honra de não aceitar dois tapas na cara seguidos.

João, eu vou ter que votar no Jair agora, e achei que poderia fazer isso só no segundo turno. Mas infelizmente não vamos pra urna com opções. Sabemos quem são os dois “finalistas”.

A única opção que temos para domingo é evitar a final. Derrotar de véspera o pior dos inimigos e ver o Brasil ainda na lama, longe de um caminho, falido, culturalmente desonesto, mas sem o fantasma do PT.

Desculpa, João! Em 2022 eu espero poder confirmar em vocês a conduta até lá que prometem e o meu voto para o que acredito como estrutura de crescimento.

Mas domingo, eu vou com o povo. Se não todo, com a parte mais honesta dele. Temos só duas escolhas agora, e exatamente pelo seu direito de ser candidato em 2022 num país não destruído pela corrupção e pelo ideal da estupidez, vou de Jair.

Um abraço, parabéns pela luta, pela conduta e até 2022!

Vamos tirar a porra do PT deste país. Como andam dizendo, “primeiro a ordem depois o progresso”.

Abs,
RicaPerrone

Compartilhe!
  • 6.1K
    Shares