Home » Diversos » Jogo com celebridades

Jogo com celebridades

Era 1993. Eu tinha meus fantásticos 14 anos e o Brasil disputava a Eliminatória da Copa com Parreira. Ou seja, nabo atrás de nabo. Crise, Taffarel tomando frango, e eu na praia, de férias.

Meu prédio tinha 2 juniores do Palmeiras, um goleiro junior da Lusa e um treinador de time pequeno. Eu nem sabia disso direito, até porque, nenhum deles era famoso. MAs a vida passa, e as coisas se tornam curiosas.

Naquele dia de julho, a praia estava cheia. Fazia frio, mas a turma se reunia la todo feriado. O Brasil jogava contra a Bolivia, e a antena do predio tinha dado problema. Em 1993, amigo… pra uma TV pegar na praia só na Band, que misteriosamente sempre pegou em todo lugar sem antena.

Na minha casa meu avô tinha feito uma antena diferente lá, cheia de bom bril e o caralho a quatro. Dava pra ver a Globo, mesmo que com fantasminhas. Eu desci minutos antes do jogo e vi uma turma lá embaixo com cara de puta da vida. Perguntei o que era e subi com 5 amigos para ver em casa.

Um deles, um tiozão com 3 filhas bonitas, que evidentemente era o motivo de eu deixar ele subir. Os outros, amigos de futebol na praia.

Lembro de um que chamava-se Julio, e outro, Jair, o Tiozão. Os outros três não me lembro bem.

O Brasil tomou 2×0, e nós ficamos o jogo todo comentando. Eu, com 14 anos, ja era corneteiro. E o tio Jair, mais ainda. Dizia, repetidamente: “Tem que levar o Zetti… o Palhinha, esse time é muito previsivel”. Nunca me esqueço.

Taffarel tomou  um puta frango, e a seleção perdia sua primeira partida em Eliminatórias para a Bolivia. Foi um fiasco.

Acabou, ficamos ali comentando o jogo e comendo amendoim mais uma hora. Vimos e revimos os gols, e os dois amigos lamentavam tudo aquilo.

Seria uma tarde normal, como ja tive 200 dessas naquela praia, principalmente acompanhando a copa SP de juniores ao lado do Julio, meu amigo tricolor.

Passam os anos e eu percebo que assisti aquele jogo com Julio Baptista e Jair Picerni.

Quem diria? Eu emprestando tv com bom brill pros caras… Bem que eles podiam retribuir com uma de Plasma pra mim hoje né? rsss

O mundo dá voltas… Os “amigos da praia”, hoje são celebridades futebolisticas. E eu, dentro do meu trabalho, os analiso.

Bons tempos…Viva minha Praia Grande querida! Edificios Albatroz e Pelicano. Quanta saudades eu tenho disso…

Hoje frequento Itanhaem. Mas sempre que posso eu vou ate o predio e pergunto se tem AP pra vender. Quando tiver, eu farei o possivel pra comprar de volta. Mas tem que ser aquele! Segundo andar, 211. O dono mora lá.

Passei quase 18 anos da minha vida ali naquela praia do Forte, em PG. Pra mim, o melhor lugar do mundo. E aposto o que for que pro Julio e pro Jair também deve ser. Aliás, nem sei se eles ainda tem apartamento lá… Quem sabe?

Momento saudades… hahahahaha

abs,
RicaPerrone

Comentários