Home » Futebol » Coisa de macho, tchê!

Coisa de macho, tchê!

Eu não sei o que é ganhar alguns milhões por ano, mas imagino. Eu não faço idéia como é poder comprar o que te der na telha e, depois de aposentado, seguir no ramo ganhando mais ainda do que antes.  Nem sonho com nada disso.

Se pra alguns “jogar bola” é a grana que se pode ter em troca, ainda sou dos românticos que acho o dinheiro menos relevante do que ser ídolo de uma nação, seja ela qual for.

O privilégio de ser adorado por uma multidão é algo que nenhum salário do mundo pode pagar.

Renato e Falcão são os maiores representantes de cada metade do Rio Grande do Sul.

São milhões e milhões de fiéis apaixonados que te amarão pro resto da vida pelo que você fez com os pés, a não ser que você resolva fazer com a cabeça e dê errado.

Ser treinador é um risco calculado. Você sabe o quanto vai se queimar, sabe que será demitido, sabe que quando perder a culpa será sua e sabe, também, que abrirá e fechará portas por onde for passando.

E aí eu paro pra pensar e fico na dúvida: Renato e Falcão sabem com que porta estão brincando. São loucos, irresponsáveis ou muito machos?

De tudo que o Renato tem e conquistou na vida, que não foi pouco, posso apostar que seu maior “bem” é a paixão do gremista por ele. Idem pro Falcão com os colorados, e eu pergunto: Isso tem preço?

A sede de ajudar, talvez ampliar o que já foi feito pode ser colocada acima de algo tão precioso quanto a adoração de milhões pela sua história?

Não serei um zé babaca de querer julgar os dois. Como disse no começo, eu e 99,9% das pessoas desconhecemos o que é isso, portanto, não temos como julgar e dizer “eu não faria”.

Fato é que, com tudo nas mãos, os dois arriscaram para ter ainda mais.

Pra alguns, burrice. Pra outros, coragem. Pra tantos outros, apenas desapego.

Eu não sei o que eles querem, não sei se vale o risco, nem aposto que eles vão conseguir vencer ou se vão fracassar.

Faço votos para que ambos consigam ganhar ainda mais respeito e admiração de suas torcidas, pois é o que acho justo.

Renato e Falcão não precisam disso, nem do dinheiro destes cargos. Ambos teriam como ganhar isso ou mais fora destes clubes.

Se o fazem, fazem por algum motivo especial. Talvez ambição, talvez gratidão, talvez amor.

Seja ele qual for, é digno e de muita coragem.

Coisa de macho, tchê!

Fã de ambos, desejo muito sucesso. E que suas torcidas, mesmo um dia insatisfeitas, pensem 140 vezes antes de xinga-los na arquibancada.

Lembre-se que seu clube é o que é por causa deles. Logo, se cobra algo maior, é porque eles te acostumaram assim.

abs,
RicaPerrone

Comentários