Home » Futebol » Coadjuvante?

Coadjuvante?

Desde que o Santos começou a voar, sobram os urubus azedos que procuram motivos para tentar desmerecer o time da Vila. É um bla bla bla do cacete sobre a zaga, sobre arrogância, sobre cai-cai, etc.

Até conseguiram inventar o rótulo de que o “Robinho é coadjuvante” neste time, pra exaltar os meninos. Mas, em março, era o Neymar. Em maio, é o Ganso. Em junho, pode ser o Robinho. As opiniões futebolisticas mudam conforme o dia anterior.

Robinho é craque. Daqueles que pode pegar uma bola e resolver um jogo. Daqueles polemicos, que pode sair de um clube de forma nojenta.

Mas, com assistencias diversas, com gols importantes e atuações de altissimo nivel, Robinho prova que não é coadjuvante de nada. Pelo contrário, é um dos pontos de equilibrio dessa garotada encantadora do Peixe.

A bola passa pelo Ganso, até por ele ser o único meia armador do time que fica liberado pra agredir. E o sujeito joga uma barbaridade, é fato. Mas, só joga o que joga, assim como Neymar, porque tem o Robinho pra puxar marcação e ajudar.

Se fosse apenas Neymar e Ganso, uma zaga conseguiria parar.

O Robinho não apenas está jogando muito como também está tendo a humildade de aceitar não ser a estrela maior do time sem causar problemas por isso.

Ao contrário. Vive por ai pedindo os companheiros na seleção e exaltando os caras.

Se isso aí é coadjuvante eu não imagino o que é ser ator principal…

abs,
RicaPerrone

Comentários