Home » Futebol » Clubes » Fluminense » Chico, Francisco…

Chico, Francisco…

“Pau que bate em Chico, bate em Francisco”, diz o ditado.  E o Flu, que reclamava com razão de diversos erros contra no campeonato, hoje sai de campo agradecendo a arbitragem.

Gum fez um pênalti escandaloso no final da partida. Nem Nélson Rodrigues questionaria o lance, e acho que nenhum tricolor o fará.

Questões como as teorias patéticas “sobre o eixo” surgem toda vez que um time “do eixo” é ajudado, raramente é citada quando prejudicado.

Oportunismo barato que acompanha o líder. Se ganha com erros, é ajuda. Se perde, acaso, “todo juiz é ruim”,  “erram pra todos”.

E sim, “erram pra todos”.

Hoje, pro Flu. No confronto direto com o ex-líder, contra o Flu. E assim será, até que o futebol evolua para algo possível de ser popular e ao mesmo tempo tecnologico.

Não acontecerá.  O futebol é simples, por isso é mundial. Se complicar, estraga.

Gum cometeu o erro mais correto do mundo. Na tentativa de evitar um gol iminente, fez o pênalti sabendo que havia a possibilidade de não ser marcado ou, pior, ser e ainda tomar cartão e ficar fora do Fla-Flu.

Nos pontos corridos, ou “pontos sofridos”, tanto faz,  os 3 pontos são iguais pro jogão e pro joguinho. Nivela, iguala, mistura água e vinho, transforma tudo num suco de caixinha.

Gum optou por 3 pontos hoje do que a possibilidade de perder o clássico, até porque, ele sabia que o mesmo juiz que errou contra o Flu diversas vezes poderia, hoje, ajudar.

Prova que não são bandidos. São ruins.

Não há um esquema. Há um nível baixo de qualidade nos profissionais que apitam.

Tão irritantes quanto o time do Flu hoje, de novo, jogando “o mínimo necessário” e, de novo, quase não sendo o suficiente.

Salvo pelo gongo, pelo Gum, pelo arbitro.

Ainda não cheguei a conclusão alguma.  Toda vez que vejo o Flu jogar, lider, melhor ataque, melhor defesa e artilheiro penso: “E se jogasse tudo que pode?”.

E neste mesmo momento diversos gremistas e atleticanos dizem, cheios de esperança: “É líder mas está jogando mal!”.

Sim, está.

E isso quer dizer que uma hora perde ou que quando melhorar dispara?

abs,
RicaPerrone

Comentários