Home » Diversos » Sem bola (page 2)

Sem bola

A conversa que não ouvi

Ouvi falar que Mário Gomes enfiou uma cenoura no cu. Todos ouviram.  Ouvi que ele era um fracasso por estar fora da TV, e agora li e ouvi chacota por ele “acabar” vendendo sanduíche na praia. A única coisa que eu adoraria ter ouvido, não ouvi. Mas adoro pensar que ela existiu. – Pai, é justo você estar aqui na praia …

Read More »

… e acabou!

Amanheceu e havia carros demais na rua. Assustado olhei em volta e notei que as pessoas não estão mais fantasiadas. Já era 10 da manhã e ninguém estava bêbado cantando no metrô. Na rua um apito. Paradinha?! Alô bateria! Não… era um guarda mesmo organizando o cruzamento. “Oh o gás!”, ouvi! Me animei.  Era, de fato, o gás.  Que frustração! …

Read More »

“Se você fala de mim, não sabe o que diz…”

Faz 20 anos. Era carnaval de 1997, meu pai me levou pela primeira vez à Sapucai. Eu gostava, via pela tv, decorava os sambas mas nunca tinha visto de perto. Eu já era Mocidade. Acho que sempre fui. Naquele dia eu descobri algo pelo qual me apaixonaria e nunca mais conseguiria largar. Era um ingresso só pra domingo, mas que …

Read More »

Nossos “campos” não dizem mais nada

Quem nunca correu num gramado bem batido não pode avaliar se é melhor jogar futsal ou campo.  A padronização de tudo nos leva a perda de personalidade. Há tempos não rodada o país para novas peladas e ao fazer me deparei com um padrão. Quando se olha o campo e o estado do gramado muito se sabe sobre o mandante. …

Read More »

Andando ou empurrados para trás?

O facebook nos explica a eleição do Trump, o fenomeno Bolsonaro, a entrada facil do Doria, a ridicula votação do Freixo e a queda do PT. Basta 10 minutos na rede social e você nota que quem destrói a esquerda é a “burrice” dela mesma. Eles se acham deuses, os intelectuais, os informados, os fodas. Quem não pensa como eles …

Read More »

Os “menos piores” do povo

Esse Rio de Janeiro atordoado e sem opções escolheu a que achou “menos pior”.  No domingo de eleição pouco importam as propostas, o ideal,  ou mesmo a carreira de cada um dos candidatos. O que importava era a discussão filosófica sobre “diga-me com quem andas e te direi quem é”. Nós passamos 2 meses de terrorismo virtual lendo acusações, vendo fotos …

Read More »

Dória constrange o bom senso

Passa longe de mim querer indicar alguém, sequer insinuar que este ou aquele seria um bom prefeito para São Paulo.  O que passa na nossa cara e não podemos aceitar é a presença do Dória ser condenada pela sua condição. Assisti aos debates, tenho visto alguma coisa de propaganda política e me sinto um brasileiro ofendido toda vez que vejo alguém …

Read More »

Um filho; o meu filho

Um dia a dúvida aparece. Você acorda olha em volta, nota seus amigos e se pergunta: “é hora de ter um filho?”. Mais do que isso, você se questiona se “vale a pena ter um filho”. E essa resposta qualquer um, menos um pai, pode te dar. Porque é óbvio que é sensacional ter um filho. 100 entre 100 pais …

Read More »

Jornalistas não são especialistas

Você deve estar se deparando pela web com desabafos de jornalistas “revoltados” com os vários convidados especiais para comentar Olimpíadas enquanto o desemprego toma as redações.  É previsível no país onde o taxista agride o motorista de Uber que a reação seja essa. Mas… peraí. Eu fiz faculdade de jornalismo. Em 4 anos nenhuma vez, em nenhuma aula, alguém me …

Read More »

Case-se com uma petista

Se houvesse o Partidos dos Trabalhadores na década de 40, Amélia jamais seria tema do célebre samba de Mário Lago e Ataulfo Alves. O segredo da felicidade ainda é desconhecido pela humanidade, mas o de um casamento “para sempre” e com amor incondicional, já está revelado: case-se com uma petista. Ela será sua mais fiel companheira e guarda costas aconteça …

Read More »

Não leve isso a sério

Não importa o que você pensa sobre a vida, a chance de você estar errado é de 99%. Veja que ao longo dos anos quase nenhuma tese sobre o que pode, não pode, deve, não deve, se sustentou. Ou seja, toda certeza que as pessoas tem sobre algo muda o tempo todo e você só perdeu seu tempo. Lembra quando …

Read More »

4 anos no Rio

Hoje, dia 1 de agosto, completa 4 anos que cheguei ao Rio de Janeiro. O texto de quando completei 1 ano na cidade viralizou, depois fiz outros menos populares sobre o tema, como o 600 dias no Rio e o 900 dias no Rio.  Nesse meio tempo também comparei Cariocas e Paulistas. Hoje eu quero lhes dizer umas verdades, cariocas …

Read More »

365 dias no Rio

Versão em inglês.   Faz 1 ano. Desembarquei com esposa, cachorro e umas malas. A mudança veio no dia seguinte.  Levei 33 anos imaginando “como seria”, e agora tenho 1 pra contar “como foi”. O Rio de Janeiro é a minha Paris. Eu não sonho com a tal de torre, nem me importo com o Louvre e nem acho do …

Read More »

O brasileiro e o “aborto de recém nascidos”

Aborto é um tema polêmico.  Eu particularmente sou a favor, já que não levo em consideração qualquer crença ou orientação religiosa para discussões práticas. Mas poderia ser contra, também teria meus argumentos. O que acho que ninguém concordaria é com o “aborto de recém nascidos”.  Ou seja, a criança nasce, você desiste dela, e a mata.  Isso não faria sentido, …

Read More »

600 dias no Rio

Escrevi algo quando completei 1 ano no Rio de Janeiro.  Depois, as diferenças entre paulistas e cariocas.   Agora, já falando “sinistro” e “maneiro” sem notar,  vou mandar o papo. Eu disse que morava no Rio e logo que aquele texto fez sucesso meus amigos cariocas me corrigiram. “Você não mora no Rio, mora na Barra!”. A Barra, meus caros, …

Read More »

900 dias no Rio

Ginga pra lá, bunda pra cá, aquela pele bronzeada, o jeitinho de falar. Cariocas são sedutores por natureza, e mais do que isso, por sobrevivência. Aqui, não é uma questão de “dever”, mas sim de conquista. Do posto de gasolina ao chopp mais geladinho, há um jogo de sedução não necessariamente sexual. Mas em tudo, pra tudo, o tempo todo, …

Read More »

Volta, Odvan!

Eu não consigo atrelar cabelos e selfies a desempenho. Fosse assim, Cristiano Ronaldo, o mais “gazela” de todos, não seria o exemplo de profissionalismo que é. O jogador moderno se depila porque o homem moderno o faz. Não porque jogam bola. Tiram selfies porque nós tiramos, e fazem cabelinhos invocados porque nós também fazemos e existem 700 produtos que fazem …

Read More »

Pra nós é grego

Fui assistir ao “Concussion”, que em portugues se chama “Um homem entre gigantes”.  Não farei deste post um spoiler, prometo. Até porque, o caso é real e já bastante citado pela mídia esportiva, logo, não há “novidades” na história. Will Smith é um médico que encontra uma ligação entre a causa de mortes e doenças com o futebol americano. Até …

Read More »

Glória, Glória, Aleluia!

Ontem durante o Oscar eu morri de rir dos comentários e das brincadeiras com a Glória Pires.  Claramente ela não estava a vontade, ela não é comentarista, nunca fez isso, é natural que não tenha desenvoltura numa estréia. Na web, como sempre digo, estão as pessoas mais fracassadas e infelizes do mundo junto das pessoas normais, que levam a vida …

Read More »

Porque eu não luto contra o preconceito

Lá vem um grupo de cariocas! “Povo feliz e maneiro”. Lá vem um sambista! “Um cara maneiro, simples e do povo. Tipo Zeca Pagodinho”. Tenho um amigo japonês. “Um cara mega disciplinado e muito inteligente”. Tudo isso é preconceito. E não é contra isso que lutamos, meramente porque não há ninguém discriminado nestes casos. Se um ser humano ou um animal …

Read More »