Category Archives: Campeões de audiência

Os melhores posts da história do blog

Order By
Category
Format
standard
image
video
quote
audio

Meu primeiro Fla-Flu

Eu nunca tinha assistido a um Fla-Flu no Maracanã. E continuarei sem assistir na medida em que este novo Maracanã só tem o nome e o endereço do

Favela Municipal do Corinthians

Que o Corinthians é o time do povão em São Paulo ninguém discute. Que sua casa é o Pacaembu, alguns teimam em contestar. O bom filho vai se
pluto

Monumental

Juninho foi um covarde. Ao longo de sua carreira abusou de sua técnica para desequilibrar o mais popular esporte do mundo. Hoje, quando as chuteiras do Reizinho se

Lendas da paixão

Ontem, mais uma vez, vi o Flamengo ser campeão de dentro da torcida rubro-negra.  Aliás, passei o dia com eles, como gosto de fazer em toda final com

Pais e filhos

Era terça-feira, 26 de novembro de 2013.  Muito nublado, o Rio de Janeiro vivia um dia pouco carioca. – Pai? ….    Pai!? ……  Preciso falar com o

Uma seita chamada Flamengo

Como num ritual, tiraram suas camisas do armário, pintaram a cidade em 2 cores e esbanjaram fé. Faz 1 mês. Em nenhum momento desde então, ouvi rubro-negros dizendo

Ela não presta

Marcelo era um garoto comum. Sonhador, estudante, trabalhador e cheio de vida. Um dia encontrou seu amigo Pedro, que estava ao lado de duas belas mulheres e os

Fé!

“Papai do céu,  Eu tenho 15 anos e queria ver meu time campeão. Estou cansado de sofrer e ver meus amiguinhos ganhando e comemorando títulos. O senhor poderia

Óbvio

Quando Carlos Eduardo fez o gol no Mineirão tudo ficou muito claro para alguns milhões de rubro-negros.  Outros tantos não rubro-negros se fizeram de difícil pra não aceitar

Galo, 42

As vezes o futebol é injusto. Talvez na maioria delas. De vez em quando nos perguntamos porque diabos sofremos tanto com um jogo. Porque continuar sofrendo se quando

Cuca, um brasileiro

Enquanto todos os olhos se voltavam para o campo, passei parte do jogo notando o que o cercava.  Ali estava a figura mais brasileira do futebol. Cuca, o

Obrigado

  Chegando ao Maracanã não vi medo. Vi mais do que esperança ou fé. Por onde andava eu sentia um misto de raiva com certeza. Raiva não da

“Vergonha de ser brasileiro”

Eu ouço todo dia, leio o dia todo, não concordo com uma virgula. O Brasil isso, o Brasil aquilo. “Nossos políticos isso”, “nossos políticos aquilo”. “Vergonha disso”, “vergonha

Pânico!

Mascaras, muito barulho e euforia. O Galo chegando onde há muito não chegava, perto do que há tempos sequer sonhava. Terror, pressão, caldeirão. Hoje sim, hoje não. Nervoso

Obrigado, Neymar!

Obrigado pelos gols, pelos dribles, pelos passes. Obrigado por ter ficado tanto tempo. Obrigado por respeitar a camisa do Santos como respeitam por aqui a de um europeu.

No caldeirão

Pode ser que não faça sentido a uma enorme geração de torcedores que sentem o que sentem pela tv. A outros, acima dos 35 anos, fará sentido sem

A volta

– Ah, que isso?! Onde eu tô? – Calma rapaz, calma… – Não! Não! Aconteceu de novo?! – É, aconteceu…. – Ah meu Deus, quanto tempo dessa vez?

O grande, o rico

É preciso separar as coisas. As vezes requer uma dose de sabedoria pouco comum num país que tem por origem o conceito de colônia. Para ser grandioso é

É hoje!

Corintiano apostolico romano, curta seu dia. Hoje, dia 15 de dezembro, sábado, é o dia mais importante do ano, pois antecede o que se transformará numa festa ou

Flu, 110 anos

“Se queres saber o futuro do Fluminense, olhai para o seu passado. A história tricolor traduz a predestinação para a glória“, disse Nelson Rodrigues. Seria otimismo de torcedor,