Home » Futebol » Caminhando

Caminhando

O Tricolor segue sua tranquila caminhada rumo ao time ideal.  Entre alguns vacilos e boas atuações, o time vai ajustando os setores e esperando os garotos da Sub-20 chegarem para formar o seu time titular.

Carpegiani meteu 3 zagueiros e as cornetas já soaram considerando isso um ato de “retranca”. E não é, nunca foi.

As vezes é mais negócio você ter 3 zagueiros e poder liberar o time do que ser obrigado a matar um volante e prender alas pra ficar só com 2.

A conta é simples na minha cabeça.

O time tem 3 bons zagueiros? Tem.

Tem um primeiro volante de alto nível? Não.

Tem laterais que marcam melhor que atacam? Não.

Então, meus caros, a alternativa mais correta é sempre fazer com que os 11 tenham o melhor nível possível.

O SPFC não tem grandes atacantes, e por isso não precisa ter 3.  Porque você vai fortalecer numericamente um setor onde você não tem grande qualidade?

É mais negócio 3 zagueiros de alto nível que liberam os setores de menor qualidade do que ficar tentando tapar buraco.

Time equilibrado nem sempre é aquele que tem jogadores de alto nível em todos os setores, mas sim aquele que minimiza os pontos negativos e faz prevalecer os positivos.

Com este trio, Rivaldo não precisa voltar. Rodrigo Souto e Paraíba, volantes que saem mais pro jogo, podem ficar ali e até um deles perder a posição pro Casemiro.

Com três, Juan joga onde sabe. Ilsinho pode, inclusive, voltar a lateral. E assim, quem sabe, com Jean e Casemiro, o SPFC tenha um meio campo mais qualificado do que tem hoje.

Rivaldo é uma peça de equilibrio e rara participação no jogo. Quando pega na bola, sabe o que faz. Mas não faz sempre.

Tudo isso acaba se tornando, na teoria, na melhor e mais competente forma de se defender, que é agredir o rival.

Ilsinho e Juan soltos, Lucas e Dagoberto abertos… você acha que algum lateral adversário vai pra cima do SPFC?

Tá certinho os 3 zagueiros.

Pro elenco que tem é, de novo, a melhor alternativa.

abs,
RicaPerrone

Comentários