CorinthiansPalmeiras

Bons de “briga”

O Palmeiras tem muito mais time que o Corinthians no papel. Talvez este seja o maior mérito do Timão: saber que precisa ser coletivo e jogar no limite.

Do outro lado um time armado, que toca, toca, toca e não parece ter nenhuma necessidade de buscar o gol ou a vitória se não for por mera consequência técnica do jogo.

As vezes a técnica não basta. Se esse Palmeiras tivesse o espírito do Corinthians, ou o Corinthians o elenco do Palmeiras, seria ruim de bater.

O ímpeto “muricystico” do Palmeiras é problema só dele.  Não me refiro ao futebol jogado, mas o conceito claro de que não é preciso nada além de salário em dia e treino pra se jogar e ser campeão.  Mentira! Todo fator motivacional vale a pena quando bem colocado.

Pois esse Palmeiras entra e sai de campo igual em todos os jogos. Equilibrio, regularidade, mas….

O Corinthians alterna jogos acima da média e jogos não tão bons. Isso pode parecer “pior” do que ser regular, mas na verdade o time que joga todas como “apenas mais uma” não ganha taça. O que sabe qual é o jogo da taça, normalmente, leva pra casa.

Falta ao Palmeiras mais luta pelo gol. Não é pela bola, é pelo gol.

Ao Corinthians, com o time que tem, campeão brasileiro e paulista, é difícil dizer que falta algo. Não há ali um time no papel que prometa nem metade do que esse time tem conseguido.

abs,
RicaPerrone

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar