BotafogoVasco

Bom para todos

O Vasco tem menos time que o Botafogo. Para vencê-lo, portanto, precisa de algo mais em 90 minutos. Hoje, tudo que o Vasco não tem é “algo mais”.

Não fez um primeiro tempo ruim, foi um time muito mais organizado em campo e até teve lá suas chances de abrir o placar. Mas detalhes, como o de não ter um grande goleiro, decidem um clássico.

Entrosado, arrumadinho, confiante até na lama, o Fogão fez 1×0 e dali pra frente apenas administrou o desespero alheio com contra-ataques.

Bom resultado.

Pra quem?

Pros dois.

O Botafogo venceu, não requer justificativas. Mas venceu sem Seedorf, e com gol de Rafael Marques, o que só aumenta a confiança do time.

E o Vasco, que mais precisa treinar e se preparar do que ter que apresentar resultados, ganhou “férias”.  Em paz, longe do tormento de “ter que vencer para não ser eliminado”, agora poderá fazer a pré-temporada que tanto faz falta a um time cheio de problemas.

Entre mortos e feridos, salvaram-se todos.  Afinal, o que é uma Taça Rio perto de uma possível queda no Brasileirão? Melhor treinar pro que interessa do que se matar pelo que pouco importa.

abs,
RicaPerrone

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar