Home » Futebol » Os bobos da corte

Os bobos da corte

RonaldRios-agredido-Morumbi

Eu tenho considerável pena de torcedores que fazem do clube sua vida. Primeiro porque mostra o quanto o sujeito é vazio e incapaz de conquistar algo, segundo pelo que este elemento por fazer se um dia a “vida dele”  for rebaixada.

O que aconteceu no Morumbi é normal. Um bando de playboy, que inclusive conheço alguns deles, revoltadinhos batendo no peito “aqui é nois mano!”, porque tem vergonha de ser playboy.

Isso é muito comum em estádio. O riquinho que não come coxinha no bar com nojinho fala errado e alto pra dizer que, na real, é maloca.

Mas não é. É o mais covarde e bunda mole de todos os seres. O esclarecido que faz questão de não ser meramente para se igualar ao não esclarecido e parecer “temível”.

Quem tem medo de um playboy de camisa polo com um iphone na mão? Mas de 30….

Então, se juntam. Gritam, cospem, fazem cena de macho pra meter no facebook no outro dia. Porque não entenderam a piada? Não, claro que não!

Eles entenderam. Eles querem é dizer pros “irmão” da firma que são foda, que mandam no estádio, que além da balada de camarote eles sabem ser maloca.

Os conheço. São patéticos. Aquela cativa do Morumbi é um festival de filho de conselheiro se achando Deus e playboy caçando o direito de parecer pobre.

Um deles, que nem sei se agrediu ou se só xingou e andou pra trás, me ofendeu e  ameaçou em redes sociais há um ano mais ou menos. O motivo? Eu elogiei o Corinthians.

Nem citei o time dele. Só exaltei o rival na data de seu aniversário. Ele se rebelou, chamou os amiguinhos na web e foram a caça.  “Seu isso”, “seu aquilo”.  Ui! Que macho.

E seguem. Hoje mesmo, há algumas horas, há uma ameaça de agressão a mim aberta em seu facebook.

Mas papai paga. Se precisar advogado, ligo pra ele e ele resolve. Ou, se já foi, uso a herança. Tanto faz.

Relevante é achar que são guardiões da moral e dos bons costumes de um clube de futebol. Rodeados de dirigentes que foderam o time deles mas que em troca de um “chaveiro oficial” se comportam.

Contra vocês, humoristas e jornalistas que tentam fazer do futebol algo divertido e mais leve, não! Vamos juntar a turma, ameaçar e agredir. Em bando, sempre.

Sozinhos, andam pra trás.

Marginal tem em todo lugar, mas quando os esclarecidos partem pra isso, acabou a esperança.  Pode fechar. São frustrados que não tem nada na vida e precisam se auto afirmar em bando num estádio.

Mas é assim. Temos que nos acostumar. Em todo reino tem o Castelo, a plebe, a Corte e… os bobos da corte.

Ah! E Ronald, meu bom parceiro botafoguense, em nome dos bons tricolores… Perdoe-nos.

Eles não nos representam.

abs,
RicaPerrone, um BAMBI que leva futebol como deve ser. Na brincadeira.

 

Comentários