Home » Futebol » As alternativas do novo SPFC

As alternativas do novo SPFC

O Tricolor passou meses tentando se acertar e não conseguiu. O auge da tragédia tática e técnica foi contra o Cruzeiro, onde nada deu certo e o time viu o Cruzeiro passear no Morumbi. Muricy saiu. Veio o Milton Cruz pro clássico e, sem Hernanes, Washington, Dagoberto e lateral direito, fez o que podia.

O time mudou a forma de jogar e jogou melhor. Agora é a vez de Ricardo Gomes manter, trocar, se preservar ou arriscar. Afinal, o que fará o novo técnico do SPFC?

Referencia não temos, afinal ele diz que nào conhece o time e nós também não conhecemos seu estilo. Logo, tudo é chute.

Mas, dá pra sugerir alternativas.

Assim jogou o SPFC diante do Cruzeiro:

Com 3 zagueiros, dois volantes presos, um lateral direito que é volante e bico pro Marlos, Borges e Washington se virarem. Não funcionou, naturalmente.

Veio Milton Cruz, desfalcado e fez isso:

Se não foi o espetáculo do século, melhorou e teve mais opção de ataque. O time atuou quase sem lateral, porque ao longo dos últimos anos dispensaram uns 6, a maioria sem usar. Zé machucado, o time fica sem. O Jean abriu mais, o R. Silva idem. Mas não teve um lateral fixo na partida.

Agora Ricardo Gomes tem alternativas. A primeira, menos conservadora, é voltar os “medalhões” e dar corpo e experiencia ao time. Manter um 352 e resolver  o problema de criação com volantes que sobem e marcam. Ajudados pelo Marlos. Ou talvez usar o Hugo. Mas fundamentalmente dar mais alguem ao ataque e não manter 2 centroavantes fixos.

A outra alternativa, mais conservadora de todas e talvez mais prudente por não conhecer o elenco, seria um 442 simples, sem novidades.

Nele, poderiam jogar 2 volantes que fizeram ótima dupla em 2007, um meio campo de bom toque de bola e cruzamento, e um ataque mais equilibrado do que 2 pilares. As laterais sofreriam, pois teriam que recuar. Mas, nào tendo mais laterais direitos no elenco, é até razoavel sacrificar a posição.

Eu não sei o que esperar. Talvez ele tenha uma linha mais ousada e não faça nada do que estamos esperando. Talvez, faça o basicão.

Hoje, acho que é hora do basicão. Assim também facilita pro time ter que correr, já que sem muita invenção no esquema e improvisos, a culpa maior cai sobre o time e não o técnico.

E você? Faria o que?  Aposta que ele fará o que?

abs,
RicaPerrone

Comentários