Home » Futebol » Arbitros

Arbitros

juizAs pessoas questionam diversas coisas no futebol e, ao meu ver, se esquecem do maior absurdo de todos. Reclamamos de STJD, do “absurdo” que é um time ter corrupção, de jogadores de má vontade, demitir treinador, renovar contratos altos, etc, etc, etc.

Mas, e o principal problema do futebol brasileiro? Será resolvido quando?

Imagine você a seguinte situação.

Eu tenho um clube que movimenta 30 milhões de torcedores. Vou jogar contra outro de mais 10 milhões. Destes, mais de 3 milhões compraram ingresoss, camisas, ppv e o diabo a quatro.

Contrato um elenco que me custa 3 milhões por mes. Meu rival, idem.

A TV compra, paga milhões pra passar este jogo.

Os jogadores treinam o ano todo, se matam de trabalhar, a torcida sofre, chora, briga, espera.

Chega o dia do jogo, aquele que pode definir se o que a minha “empresa” fez o ano todo está correto ou não. Se dará resultado ou não. Se o investimento terá retorno ou se, com uma derrota, eu vou passar o ano que vem investimento menos, pois não tive retorno para pagar o investimento atual.

Desesperador.

Um drama comum no futebol. Chama-se “jogo decisivo”.

O futebol é o mais imponderável dos esportes. Um lance, e já era. Nem sempre o melhor vence, e isso está registrado nos livros de história.

Mas, qual sentido faz isso tudo, este dinheiro todo, esta paixão toda, este trabalho todo ser julgado por um sujeito de preto que durante semana é… vendedor de tapete? Bancario? Domador de circo?

Sim, os arbitros no Brasil são arbitros nas horas vagas. Eles tem emprego. Não treinam a semana toda, não tem tempo pra isso.

Aí domingo, em troco de 2 ou 3 paus, vão la resolver a vida de todos estes que citei. Torcida, time, dirigentes, jogadores… Tudo isso com um preparo mínimo e estúpido.

Aí a gente liga a TV e reclama da arbitragem.

Mas, afinal, reclamamos, de novo, da arma ou de quem atira?

Qual sentido faz um investimento de milhões ser decidido por um amador?

O que a CBF espera tanto para alojar esses caras a semana toda num CT e fazer com que treinem e estudem igual os verdadeiros envolvidos no espetaculo?

Quando vamos parar de cobrar que o juiz atendente de telemarketing consiga ser perfeito no domingo a tarde com seu time?

Estamos cobrando de amadores, não notaram?

Não sei como funciona na Europa, mas duvido muito que alguem que decida o futuro de Arsenal e Real Madrid esteja a semana toda vendendo celulares.

Quando vamos cobrar isso da CBF?

Quando mais um campeonato for decidido no apito? Será o, vejamos, décimo quinto? Décimo sexto?

Até quando?

abs,
RicaPerrone

Comentários