Home » Diversos » Carnaval » Aquarilha do Brasil

Aquarilha do Brasil

torcida 1988. Meu pai colocava o disco do carnaval carioca e eu já decorava todas. Um samba me chamava atenção, pois tinha a torcida do Flamengo de fundo. Eu pegava o disco e colocava pro time do Flamengo entrar em campo no meu campeonato de Botão. Adorava esse samba, tinha 10 anos e cantava ele inteiro. rsss

A Ilha falava de Ary Barroso, compositor. O nome do enredo era “Aquarilha do Brasil”. Memorável, como sempre. Ninguém faz samba enredo como a União da Ilha. Pena que caiu e por lá ficou. Faz muita falta. Deve ser a escola mais querida de todo brasileiro, ou a “segunda escola” de todo mundo.

Quinho, hoje no Salgueiro, era o puxador do samba. E que baita samba!

Saudade, só deixou saudade
Pra ser mais um dos menestréis
Vem na cegonha pra ver
Ari Barroso, o tema é você
Na Bela Época, nasceu em Ubá (em Ubá, em Ubá)
O menino iluminado
Hoje atravessa o mar
Com a minha Ilha
Nessa Aquarilha do Brasil
Marcou gerações, ligou corações
E o povo ainda canta as suas canções


Tia Ritinha, foi ela
Que abriu as portas pro seu caminhar (ô dá nela)
Machucou meu coração
Ô Maria, na palma da minha mão
Vai cantar o quê? Calouro
Morena da boca de ouro

Quindim gostoso
Quem vai provar? (bis)
No tabuleiro de Iaiá

Boneca de piche, faceira, grau dez
Trabalha, trabalha, nego
Alô amigos, Zé Cariocou
Divina musa
Sua voz maior no exterior

A gaitinha tocando… é gol
A galera vibrando… Mengo! (bis)

Na homenagem veio a paz, a emoção
Minha Ilha risque agora (bis)
A saudade nesse chão

abs,
RicaPerrone

Comentários