Home » Futebol » Aos tricolores desesperados

Aos tricolores desesperados

Vejo sãopaulinos levando a má fase do time ao extremo. Por causa de um momento não tão feliz, já falam em rebaixamento, goleada do Inter, etc, etc, etc. E não, não é por ai.

O São Paulo joga um futebol feio há quase 5 anos e isso nunca impediu o time de brigar e conquistar títulos. Também não acho que este time tenha credenciais para ser campeão da Libertadores, porém, a camisa tem.

Em 38 rodadas, o SPFC não será rebaixado enquanto tiver Reffis, CT, etc. Essa chance é quase nula. Fossem 19, talvez uma má fase derrubasse. Não sendo, o perigo praticamente não existe.

O time é muito bom no papel, não há como negar. Poucos tem a zaga que tem o Tricolor, o goleiro, um Fernandão, Hernanes, entre outros menos cotados, porém, bons jogadores.

Poucos tem um banco com tanto nome. E raros os que somam isso tudo a camisa e estrutura.

Portanto, não vejo o duelo das semifinais com os mesmos olhos da maioria dos tricolores. Pra mim o Inter é favorito, pelo simples fato de estar melhor que o Tricolor. O que não diz muita coisa, já que o Cruzeiro também era e perdeu as duas.

Se existe um clube no Brasil que consegue mudar de cara na Libertadores é o São Paulo. Ali, a camisa joga sozinha as vezes.

Como sempre digo, torcedor do São Paulo é do jeito que é não por escolha, mas por histórico. Sãopaulino não sabe o que é sofrer, e assim sendo, só dá valor a grandes títulos e se torna exigente ao extremo. Quase arrogante, na verdade.

Mas foi o que a vida ensinou. No SPFC, a crise é estar jogando mal na semifinal da Libertadores. Isso não é crise, nem aqui, nem na China. Só no Morumbi.

Ser eliminado na semifinal também não coloca ninguém em crise ou em situação de “sofrimento”. Mas, para os tricolores, é quase o limite da dor.

Não subestimem a camisa do São Paulo, como não subestimem jamais a camisa de um time grande. A fase pode ser ruim, o time pode estar dormindo em campo, mas isso não significa muita coisa quando o juiz apitar e 2 camisas daquele tamanho forem disputar algo relevante.

O Inter sabe disso, tanto que não há oba-oba lá mesmo vendo o SPFC jogar o que vem jogando.

Quando vamos enfrentar o Boca, seja qual for o time brasileiro, nós não analisamos a fase deles. Temos respeito pelo estádio, pela camisa e consideramos um jogo dificil. O mesmo vale pro São Paulo, que na cabeça de nenhum colorado de bom senso será um rival fácil de ser batido.

Na Libertadores o São Paulo nunca é franco atirador. E não será desta vez.

Pode perder, sem problemas.  Um dos dois tem que perder. Mas não de véspera.

Quem conhece a história desta camisa não pode achar que o jogo está perdido, jamais.

Ainda espero 2 jogos de altíssimo nível nas semifinais, e sem “goleada” pra lado nenhum.

Menos, sãopaulinada, menos.

Se vocês soubessem o que os outros chamam de “crise”, achariam que estão no paraíso, pra variar.

abs,
RicaPerrone

Comentários