Home » Futebol » Clubes » Flamengo » Ah, vá!

Ah, vá!

Vai querer me dizer que o time que perdeu seus 2 principais jogadores, vendeu seu melhor zagueiro que sequer jogou, trocou o mais vitorioso técnico do país por um “comum” e mudou a diretoria do futebol 20 vezes em 2 anos, está demitindo o técnico???

Não me conformo.

Confesso estar absolutamente assustado com a notícia. Nunca imaginei que num time com Botinelli, Negueba, Diego Mauricio e Marlon o Joel não seria campeão ao menos da Libertadores.

Também não esperava nada melhor do que  a torcida, eufórica e fanática, pedir loucuras para, quando a dívida pintar, falar que “não aguenta mais loucuras”.

Não posso imaginar que hoje a tarde dezenas de jornalistas que sequer citam o Flamengo e nem sabem sua escalação darão lições de moral e administração ao clube.

Dessa forma posso ter certeza que o Inter “apostou” no Fernandão, enquanto se o Zinho fizesse o mesmo, seria “a zona da Gávea”.

Sei, você sabe, estamos falando do time que multiplica tudo por 10. Alegrias e problemas. Naturalmente mais problemas do que alegrias.

Perder pro Cruzeiro em Minas jogando melhor não é o motivo da queda do treinador. O motivo da sua queda é meramente sua contratação.

Joel entra pra sair, é como Roth. Não tem conserto.

Queriam Luxemburgo, que peitou Ronaldinho.  Na queda de braços, caiu Luxemburgo. Ronaldinho então deixou claro quem tinha razão, saiu, deixou na mão e com Joel no comando.

Agora todos dirão cheios de moral: “Diretoria de merda! Troca Luxa por Joel e confia em Ronaldinho”.

Os mesmos que há 6 meses pediam pelo amor de Deus pra mandar o Luxa embora, afinal, com ele o craque R10 não rendia.

E amanhã, se o dinheiro não puder trazer nada além disso, a “culpa” será da atual diretoria, não das 20 anteriores que fizeram dívida com Deus e o mundo.

Assim como é previsível a torcida dizer que “exige um craque”, “exige isso”, “exige aquilo”. E amanhã, quando a grana acabar, dirão: “Exigimos uma administração sóbria”.

Não querem nada disso, ninguém sabe o que quer.

E não vai mudar nada. Absolutamente nada.

O problema do Flamengo é mais claro que água, não atende por Patrícia, Kleber Leite, Delair ou outro nome qualquer que possa sentar na cadeira mais alta. O problema está nas cadeiras mais baixas da direção, aquelas que pensam em si, que vetam o bom andamento em troca de ter do que reclamar e se promover.

Clubes gigantes brigam internamente mais do que com seus rivais.

Para ser o grande Flamengo que todos querem ver é preciso vencer, primeiro, o próprio Flamengo.

Depois o resto.

Se você acha que é um exagero, pergunte a um jornalista qualquer de onde mais saem informações contra o próprio clube. Quem é que vaza o que é bom pra evitar acontecer e divulga o que é ruim pra destruir os inimigos politicos?

Qual clube tem mais torcedores na mídia e portanto também são cobrados diversas vezes com paixão e não com razão?

O diretor de futebol do SPFC também está de férias viajando. Ninguém falou nada.

O Inter trocou de técnico, e ninguém chamou de “zona do caralho”.

É Flamengo. É diferente.

Pro bem e pro mal, é Flamengo.

Aquele time que atrasa salários, que tem uma puta pressão, que vive no olho do furacão e ainda assim é “o sonho de todo profissional”.

Troca o Joel. Grande merda.

Os verdadeiros problemas continuarão lá. Estavam lá em 1980, 87, em 92, em 2009 e vão estar na próxima conquista.

A diferença é que se não estivessem, talvez o intervalo entre elas fosse bem menor.

abs,
RicaPerrone

Comentários