Fred é mais um ídolo do futebol brasileiro judiado pela estupidez do torcedor e ingratidão jornalística.  O melhor centroavante do Brasil ainda em atividade voltou e marcou dois, aos 35 anos.

Suas contusões sempre atrapalharam muito uma carreira brilhante. Dessa vez cheguei a pensar que ele desistiria, mas que bom que me enganei.

Fred é um dos jogadores que melhor ouvi falar até hoje por companheiros, um capitão de time que todo mundo que trabalhou com ele respeita e dentro de campo é simples avaliar: alguém dentro da área foi melhor que o Fred no Brasil desde 2012?

Não.  Bem vindo de volta, “Don Fredon”!

RicaPerrone

Compartilhe!