Home » Futebol » Botafogo » A pelada do Engenhão

A pelada do Engenhão

Não vou cair na facilidade de dizer “tá ruim” e não tentar enxergar os motivos. Mas, falarei deles num post em breve voltado apenas pro Flamengo. Hoje, pós-classico, é preciso ressaltar muito mais do que os problemas táticos do rubro-negro.

Tão fundamental quanto eles e a bobagem do argentino foi a falta de coragem do Botafogo em ir pra cima de um time com 10 jogadores. Ou, contando o Ronaldinho… com 9!

Desde o começo com um jogador a mais, num clássico, com um adversário de pouca movimentação. Você tem que ir pra cima buscar.

O Fogão não foi, e o resultado, se por um lado não é justo porque o alvi-negro foi um pouco melhor, por outro é injusto também que um time de tamanha covardia saia vitorioso.

Caio Jr fez péssima alteração.  E os que ficaram não tiveram personalidade de peitar o Flamengo. Talvez pelos nomes, talvez pelo medo de perder pra 10 e piorar a cobrança. Seja como for, o Botafogo não se postou como grande hoje.

Do outro lado o Flamengo fez uma partida de ruim pra ridícula. E o pior disso tudo é que, de novo e quase como sempre, a blindagem do para-raios não será boa pro time.

É fácil jogar no time do Luxemburgo. Tudo cai nas costas dele, é tudo culpa dele. As pessoas perseguem o sujeito por insinuações extra-campo, fazem que o torcedor tenha a imagem de um demônio no banco e toda derrota é culpa de um cara só.

Você realmente acha que a escalação, fria e sem análise detalhada, do Flamengo é ruim? Tem algum absurdo no time que ele coloca pra jogar?

Queriam o Wanderley, ele colocou. Queriam o Drogbinha… ele colocou. Queriam o argentino? Ele virou titular.

Você discorda desse, eu daquele, é natural. Mas num geral, as peças que o Flamengo tem são usadas nas suas funções originais.

Assim sendo, quer moleza maior do que jogar pro Wanderley?

O Ronaldinho anda. Culpa do Luxa. As coisas não funcionam como nenhuma peça diferente. Culpa do Luxa.

Ele tem culpa, é claro que tem! Só que é fácil demais jogar la.  Tudo cai no cara, e a imprensa vai nessa porque ODEIA o sujeito.

A torcida vai na onda, sem raciocinar. E nessa esquece de cobrar de quem realmente joga.

Você pode errar, jogar mal. A paulada vai no Luxa, não em você. É fácil demais jogar assim.

Amanhã o Ronaldinho faz 2 gols no Avaí e fica tudo bem. Mas quando ele some num clássico (mais um) a bomba estoura em quem?

No cara que jogou com 9 ou no cara que deveria desequilibrar o 11 x 11?

É muito fácil bater no Luxemburgo. É só repetir, feito papagaio, o que os seus odiadores pregam por ai.

Mas parar, analisar e dizer de fato quais de suas funções não estão sendo bem feitas…. tá complicado.

Eu vou além. Farei este post em breve.

Mas só levarei a onda “anti-Luxa” a sério quando os argumentos forem: “Escalou mal, a formação é ruim, optou por tal jogador errado”, etc.

Enquanto for “o time nao vai bem” com um bando de mimados andando no campo e vendo o técnico pagar o pato sozinho, eu ignoro.

“Como pode um técnico ganhar 500 mil e não resolver!”?, dizem os mais radicais.

E o que ganha 1,2 milhões e está em campo? Esse pode?

Você, técnico, com um Ronaldinho de 1,2 por mes no time, não faz o time jogar em função dele?

O Flamengo tem problemas táticos, técnicos e de ELENCO. Cobertor de pobre.

Hoje, com 10, armou pra não perder e conseguiu.  Outro dia, quando fez pra ganhar, foi criticado porque a zaga é ruim e, vulnerável, perdeu.

Aí é duro entrar numa discussão racional.

abs,
RicaPerrone

Comentários