Home » Futebol » A maldita janela

A maldita janela

Eu não sei quem inventou “janela de entrada”, mas seja quem for é um estúpido. Jogador não poder sair do Brasil no período X é uma coisa, não poder chegar é tiro no pé. E se a FIFA ordena que exista esta janela, a CBF devia ser mais inteligente e colocá-la nas “férias” dos clubes, seja por Copa América, Confederações, Olimpíadas ou Copa.

Mas, não fez. E assim, os clubes pediram antecipação. Há um prejudicado? Acho que não.

É claro que o fato do Inter ter contratado e o São Paulo não “prejudica” o Tricolor. Mas, a janela foi aberta a todos, inclusive ao SPFC, que se amanhã trouxer o Pelé, vai adorar a janela.

O Inter é um dos beneficiados com a mudança. Mas o principal beneficiado é o futebol brasileiro.

São 30 jogadores só na série A que aguardam essa janela. Não é o Inter, o SPFC. São 20 clubes assinando o pedido, 60 jogadores entre série A e B esperando pra jogar.

Faz todo sentido que antecipem, mesmo porque, em tese, a CBF deve representar junto a FIFA os interesses dos clubes brasileiros. E se eles querem assim, que assim seja.

Bom registrar que o pedido inicial foi feito pelo clube dos 13, do qual o SPFC faz parte e com enorme força política. Mas, quando foi feito, só havia o Tinga no Inter, entre outros espalhados por aí. Então, não houve barulho.

Quando o Inter comprou mais 3, houve.

Não é o ideal que se mude durante, é fato. Mas se é pro bem da maioria, não vejo problema algum, pelo contrário, é ótimo pro nosso campeonato, pros clubes, pra torcida e pros jogadores.

Todos saem ganhando, até mesmo o SPFC, que pode comprar alguém e também usar nas semifinais da Libertadores.

O que não me parece razoável é que por decisão da CBF os clubes fiquem 2 meses pagando salarios de jogadores sem poder usar. Se ela pode mudar isso, que mude. A FIFA aprovou, tudo em casa, tudo certo.

O São Paulo não será “lesado”. Pois a janela abriu pra todos, não só pro Inter.  As decisões não agradam a todos, mas neste caso agradou a enorme maioria.

abs,
RicaPerrone

Comentários