Home » Futebol » Clubes » Flamengo » A crise do Fla em tópicos

A crise do Fla em tópicos

É impossível responder as perguntas de milhares de rubro-negros sobre “O que voce acha disso?”, “O que voce acha daquilo?” num ritmo normal. Quando você posta sobre Thiago Neves, o Alex vira assunto. Quando vai falar dele, o diretor briga com o técnico.

E assim tem sido o insuportável dia a dia de um time que tinha tudo pra começar o ano voando, mas não é o caso.  Então, vamos por tópicos.

Patricia Amorim: Não faço idéia se a administração dela é boa ou ruim. E se você acha que sabe, cuidado. Os resultados em campo, que os dela nem são ruins, escondem muita porcaria. Vide Eurico, Dualib, Mustafa, entre outros tantos. Sei o que ela diz e não tenho porque não acreditar. Se ela reduziu a dívida de 80 pra 40, se pagou os 12 da BWA e se não quer pagar mais do que pode em Thiago e Love, tá certíssima. O torcedor está errado se a cobrança for meramente por reforços a qualquer preço.

Sobre ela “perder” o Thiago Neves, papo de torcedor. Ela teve um ano pra planejar? Ok. Mas planejar 18 milhões sem patrocinador ( e aí sim há uma incompetencia da diretoria)  e devendo luvas não é opcional. É questão de lógica.

Marketing:  Sim, o marketing do Flamengo parece não funcionar.  Não dá pra tirar a razão do torcedor que vê um clube desses, com essa torcida, esse elenco e sem patrocinador.  A Patrícia tem que detectar e mudar as pessoas se nao estiver funcionando.

Luxemburgo: Digo, insisto, repito. O time crescia e ia bem até os salários do capitão pararem de cair. Na época ninguém entendeu como o time parou, hoje todos sabem. E hoje, do jeito que está, não tem o que fazer. O capitão não recebe, o zagueiro não viaja, o centroavante cobra luvas, o time em crise e um jogo em pré temporada valendo vaga na Libertadores na altitude.  Vai na base do “seja o que Deus quiser”  e é isso.

Alex Silva: Está errado. Se é por grana, comunique. Se é por outro motivo, idem. Não se toma decisões da cabeça e larga o time num momento desses. É grana? Ok, então ele pode até não viajar. Mas em respeito aos companheiros dele, não de surpresa no último dia.  Caso de demissão, não de conversa.

Thiago Neves: O Flamengo precisa TER 18 milhões pra falar nele. O Flu não tem, quem tem é a Unimed. O Flamengo não tem a Unimed. Então…  é simples. Se eu não posso pagar, não compro. Ou compra, faz o que sempre fizeram os dirigentes do clube e depois reclamem que o time não paga, que deve, que vende o time todo em dezembro, etc…

Fluminense: Não faltou ética no Flu em buscar o jogador. Isso não existe e esse argumento é vazio. Qualquer empresa pode e DEVE buscar os melhores profissionais pra ela. Estejam eles na concorrência ou não. A questão citada pela Patrícia é a possível mentira. E aí, se você diz algo pro seu “colega” e faz outro pelas costas, você é mesmo um anti ético. Enquanto é o dito pelo não dito, só temos a proposta e, assim sendo, nada anti-ético.

Libertadores: Todo esforço para não ganhar do Potosi foi feito. Sabemos que a pré-libertadores é muito dura pros times brasileiros pela época do ano, onde todos estão voando e nós com barriga de chopp. Sabemos da altitude, sabemos de tudo isso. Além disso, teve o show de problemas desde a reapresentação. O cenário é o ideal pra um fracasso.

Mas é Flamengo. E lá, como você sabe, o sucesso e o fracasso nunca tiveram muita lógica.

Quem sabe?

abs,
RicaPerrone

Comentários