Home » Futebol » Clubes » Fluminense » A cara-de-pau e a volta por cima

A cara-de-pau e a volta por cima

Sim, o Vasco jogou uma boa partida e venceu o Flu no Maracanã. 3×0, placar até meio enganador pelo que foi o jogo. Foi melhor, sem dúvida, mas 3×0 já é por conta do final, onde o Fluzão se atirou pra cima.

O que marca este clássico, além da ótima recuperação do Vasco, é a cara-de-pau de alguns jogadores.

É incrível como jogador de futebol pode fazer o que bem entende com a camisa do clube. Nego passa 2 meses errando passe de 2 metros e prejudicando o time. Aí, um dia, muda o técnico. Em questão de minutos ele passa a correr e acertar tudo.

Isso é feio, muito feio.

Também falta de dialogo aberto entre diretoria e jogadores. Pois pra isso DEVERIA servir um capitão.

O time não quer tal treinador? Então o Capitão vai ao presidente e conversa com ele. A mudança é mais honesta e prejudica menos o clube.

Mas, não.

Hoje o Vasco correu muito, teve em Carlos Alberto aquele jogador que conhecemos, cheio de bons lances e velocidade. Teve um Dodô entrando no final com vontade, entre outras virtudes.

Repito: O jogo não foi pra 3×0. O Flu jogou de igual pra igual o tempo todo. Não fez o gol, acabou levando.

Fico feliz de ver a torcida do Vasco tirar aquele peso das costas e poder voltar a acreditar. Mais ainda por ver os 4 nas semi, ainda que não seja definitivo.

Tudo indica que Flamengo e Vasco se enfrentam de um lado, Botafogo e Fluzão de outro.

Dois grandes jogos, sem dúvida.

O que diferencia o carioca dos demais: A praticidade, a velocidade do torneio e a importancia dos grandes jogos.

Palpites?

Nem a pau. rs

abs,
RicaPerrone

Comentários