Home » + Chamada » A alegria é proporcional a dor

A alegria é proporcional a dor

Ser botafoguense nunca foi fácil.  A graça é essa, inclusive.  E com meus 40 anos vividos enfiados dentro do futebol nas mais diversas formas e setores, eu tenho a convicção que o sabor de uma conquista está diretamente atrelado a raridade dela.

A um botafoguense um estadual é mais gostoso que a um rubro-negro. Ele vai negar, é claro, mas como ganha menos vezes, sofre mais, valoriza mais a conquista.

Atleticanos e botafoguenses carregam em suas costas a fidelidade na dor. E extravasam como poucos  na hora das alegrias, naturalmente.

O Botafogo de hoje é aquele que te joga na cara o “porque” de todas as vezes que você se indagou sobre o seu amor pelo clube.

“Porque eu sou Botafogo?”, você se perguntou após uma das mil eliminações frustrantes ao longo da vida.

E aí está a resposta.  Por isso.  Porque a sua dor é mais comum, mas a sua alegria é mais intensa.

Eu queria ser botafoguense ontem a noite.  Os olhos deles brilhavam, o orgulho era tão forte que nem raiva adversária causava. Todos, sem exceção, concordam: eles merecem.

É uma provocação aos orçamentos, caga-regras e aos profetas do apocalipse que, como eu, já olharam o cenário em janeiro de 2016 e não enxergavam saída.

Hoje, na América do Sul, e talvez no mundo, ninguém comemora gols como o torcedor do Botafogo.  Cada bola lá dentro carrega a dor de décadas, a desconfiança recente, as magoas dos rebaixamentos, a filha do Roger, o histórico familiar do Jair, o orgulho da campanha brilhante e a fé, mesmo que ainda tímida, de que chegou a hora de subir um degrau no exato momento de sua história onde todos previam o tombo.

Eu sinto inveja. E aí alguém dirá:  “Mas você é são paulino, porra! Ja ganhou tudo!”.

Existem formas de ganhar cada título. O Botafogo está trilhando conquista-los da forma mais brilhante, intensa e memorável possível.  É isso que nos apaixona no futebol.

Ganhar ou perder é dia a dia.  Como se ganha e se perde é o que nos move.

abs,
RicaPerrone

Comentários