Home » + Destaque » 99% torcem, mas aquele 1%…

99% torcem, mas aquele 1%…

A megalomania dos times brasileiros em apresentar números exorbitantes para indicar paixão são facilmente desmascarados por dados mais concretos.  Brasileiro gosta de futebol quando o time dele ganha. Caso contrário, não é um dos maiores consumidores do esporte.

Consome o clube. E conforme a fase.  O futebol em si, muito pouco. E ainda que pelo próprio clube, embora as vendas de camisas atinjam números expressivos como os 2 milhões por ano do Flamengo, os sócios engajados em ter facilidades de ir a jogos e contribuir com o clube são ridículos.

Com base na pesquisa Ibope de 2017 as maiores torcidas do Brasil tem números de torcedores menores do que ditos pelas massas. A maior delas estima-se ser de 32 milhões e é a do Flamengo.

Fizemos um calculo simples de % entre total de torcedores declarados e sócios de fato, auditados no site oficial da campanha de socios torcedores (Futebolmelhor.com.br).

O Grêmio é o time com maior engajamento. 2,27% dos seus torcedores são sócios.  O Inter em segundo, com 2,01%.

Os cariocas Flamengo e Vasco são os piores na proporção torcida/sócios. Embora o rubro negro até tenha mais de 100 mil sócios, sua torcida é muito maior e portanto o % não acompanha.

Imagine você se cada time conseguisse 10% de sua torcida como sócios ativos. Será que precisaríamos vender nossos garotos pra Europa?

Em média apenas 1% dos torcedores de times grandes no Brasil são sócios torcedores. Segue a lista % de torcedores x sócios.

Time Torcida Socios %
Gremio 6.000.000 136.283 2,27%
Inter 5.600.000 112.752 2,01%
Sport 2.400.000 43.288 1,80%
Atletico MG 7.000.000 100.732 1,44%
Palmeiras 10.600.000 122.923 1,16%
Botafogo 3.400.000 35.132 1,03%
Cruzeiro 6.200.000 64.017 1,03%
Fluminense 3.600.000 37.095 1,03%
Sao Paulo 13.600.000 117.894 0,87%
Santos 4.800.000 24.692 0,51%
Vitória 2.600.000 13.157 0,51%
Corinthians 27.300.000 125.471 0,46%
Bahia 3.400.000 14.762 0,43%
Flamengo 32.500.000 106.938 0,33%
Vasco 7.200.000 17.065 0,24%

Comentários