Home » + Chamada » Vocês precisam conhecer o Neymar

Vocês precisam conhecer o Neymar

Curioso o título do texto porque eu mesmo não o conheço bem.  Vi umas 3 vezes, apertei a mão umas 2, uma entrevista no skype, e só.  Mas ouço, leio, conheço as pessoas, as que amam, as que odeiam, as que invejam e as que o cercam.  Até que na semana passada fui conhecer o Instituto Neymar.

Mais do que o instituto, o pai. E mais do que o pai, a “operação Neymar”.

Eu não conheci todos os craques do mundo, mas apostaria tudo que tenho que nunca um jogador foi tão preparado para ser o que é em toda a história.

Neymar não é um atacante. É uma marca que existe e vende  antes mesmo de ser profissional. A promessa que nunca abriu espaço pra frustração. A mescla de personalidade, talento e profissionalismo que dribla qualquer perseguição.

Seu Neymar tem um filho, um cliente e um negócio. O filho ele enche de carinho, o cliente ele enche de dinheiro, o negócio ele faz prosperar com imagem, receita, planos a médio e longo prazo e ainda prepara um legado.

Neymar só joga futebol. Tem mais de 50 pessoas trabalhando o tempo todo a sua volta para que ele apenas jogue futebol.  E então, não por acaso, joga todo futebol que joga.    Não por acaso, tem os amigos que tem, que pouco conheço mas sei que são os mesmos de antes da fama, logo, são os reais.

Sem deixar de sair, porque é moleque. Nem deixar de errar, porque é humano.  Sem ser um robô, não se vendendo a imagem de santo, nem a de Bad Boy.  Neymar chuta de esquerda porque seu pai se preocupou com isso quando ele tinha 6 anos.  Tem o dinheiro que tem porque calcularam que ele estaria ali com 23 anos.

E ajuda mais de 2 mil pessoas porque quer.

Talvez você precise ir lá ver, e nem sei se pode. Mas quando ver, saberá que não se trata de um negócio qualquer ou de uma ação pra encher capa de jornal local.  O que tem na Praia Grande é um conceito, não um prédio com crianças e mídia para um jogador.

O que eles construíram 80% dos times de série A do Brasil não tem como estrutura física para seus atletas. Imagine para seus garotos da base.

Neymar joga mais que todo mundo, está mais preparado que todo mundo e conquistar o mundo é consequência natural.  Que seja em 2018, em 22, ou sozinho num prêmio individual qualquer. Pouco importa.

Enquanto você avalia dribles, gols e até noticias sobre a vida pessoal do garoto, escondem-se atrás disso mais de 2 mil famílias ajudadas pelo seu talento com os pés, e o do pai com a cabeça.

Neymar não é apenas um jogador de futebol. Seu pai não é só um “pai de jogador” e seu Instituto passa longe de ser um jogo de cena midiático pra promove-lo.

E você precisava saber disso.

abs,
RicaPerrone