Home » + Chamada » Um país de malucos

Um país de malucos

Queremos todos um país melhor.  No futebol, obviamente, queremos um campeonato melhor, uma CBF melhor, uma seleção melhor. Tudo que pudermos melhorar, ajuda.

E então a seleção convoca Eduardo Bandeira, presidente do Flamengo, para estar com o time na Copa América.  O que você interpreta disso?

Que a seleção chamou um cara honesto e da nova safra de dirigentes? Opa! Que bom! Evolução.

Mas ele esteve contra a CBF em diversos assuntos! Ele é maluco?

Não, maluco é você.  A CBF está sendo grande em aceitar críticas e conviver com elas, aproximando quem pensa diferente e portando ouvindo.

Fosse em 1995, afastariam os “do contra” de tudo e estaríamos aqui discursando sobre politicagem, má vontade, etc.

Eu já cansei de falar sobre a estúpida mania de atrelar CBF a seleção.  Bandeira não está indo lá servir café pro Del Nero. Está a serviço da seleção brasileira, algo que goste você ou não, significa o topo para qualquer ser que exista no futebol brasileiro.

Criticam o cara por aceitar.  E quem é que recusa uma convocação da seleção?

Que tipo de bem pro Flamengo faria um líder que desse as costas ao diálogo após expor suas posições? E que tipo de CBF queremos? A que junta só “os coleguinhas” ou brigamos exatamente pelo contrário disso?

Vivemos num país de malucos.  Se não faz, tá errado. Se faz, é errado. Se fica na dúvida, é errado. Não tem saída. Quando se quer contestar e criticar, absolutamente tudo tem um foco possível para isso.

Bandeira e CBF fizeram uma coisa só: o bem pro futebol brasileiro. Que é unir, ouvir, aproximar e juntos buscar o melhor.

E tem gente achando ruim….

abs,
RicaPerrone

Comentários