Home » Futebol » Torcidas

Torcidas


Essa discussão é comum, até chata. Quem tem mais torcida? Pra que serve a torcida? Torcida ganha jogo? A sua vai mais no jogo que  a minha! Entre outras frases cansativas…

Na realidade alguns clubes jogam na sua torcida boa parte de sua grandeza. Outros, a ignoram. Os ignorados usam os titulos pra argumentar. Os celebrados usam o tamanho, a fidelidade e a importancia. Alguem tem razão?

Sim, tem. Os que acham que ter torcida é fundamental e relevante.

Porque é. Mais do que titulos.

Pois os titulos são apenas um meio de buscar torcida. Logo, se voce ja está na Libertadores, a Copa do Brasil perde importancia. Mesma situação pra torcidas.

Um clube só é grande porque tem quem acompanhe. Por isso bato na tecla de que time pequeno morre pequeno. NÃo vira grande. E time grande, em 99% dos casos, morre grande.

Grandeza é um termo que determina tamanho. E tamanho está diretamente ligado a torcida. Você pode dar 20 Libertadores ao São Caetano, se ele continuar com a torcida que tem, não será noticia e nem terá lucro. Não adianta, não existe essa matematica.

Pode fazer CT, arrumar patrocinador e trazer o Kaka. Sem torcida, não faz sentido algum.

O clube é o que é, seja ele qual for, porque tem seus CLIENTES, como quaquer empresa. Portanto, ter ou não ter torcida tem tudo a ver com grandeza e importancia.

Seu time ganha da TV porque tem torcida.

Seu time vende camisa porque tem torcida.

Seu time vende ingressos porque tem torcida

Seu time vende patrocinador porque tem torcida.

Logo, sem torcida, seu time não existe.

Torcida ganha jogo? Não sei. Acho que ajuda muito. Mas, se não ganha jogo, ganha todo o resto de dinheiro que o clube consegue.

Voce pode fazer bom uso ou não dessa torcida. São outros 500. Mas, ela é a razão do clube existir e da grandeza que conquistou.

Na verdade, conquistou torcida. E atraves dela, grandeza.

Times com grandes torcidas tem toda razão em exalta-la. Ela se torna um produto agregado. Ou voce acha que todo flamenguista vai ao Maracanã só pra ver o time? Muitos vão pra ver a torcida. É valor agregado…

Quando um corintiano diz: “Não tem estadio, nao tem Libertadores… mas é o Corinthians”, ele não está mentindo. Ele está dizendo que a alegria dele é ser corinthians, nào ser campeão apenas ou exaltar uma vantagem qualquer. E eles são assim mesmo.

Parte porque repetimos isso ate que eles acreditassem, parte por natureza.

Você nota diferencas entre torcidas. E elas existem pela historia que nós, imprensa, contamos.

Quando dizemos que a torcida do Galo é forte, ela se sente parte importante do jogo. E aí, ela vai.

Quando dizemos que a torcida do SPFC não gosta de ir no jogo, ela se sente mais fragilizada e não se sente tão importante. Afinal, o time nunca precisou dela pra ser o que é em campo.

Isso gera um perfil.

Que começa com a historia do clube, e se mistura com o que a mídia faz hoje.

É óbvio que o corintiano vai ter um orgulho historico e tradicional maior que o sãopaulino, por exemplo. O surgimento destes clubes era exatamente o funcionario contra o patrão. Foi assim que tudo começou. O time do povão, o time da elite. Nada mais natural que o povão ter o orgulho de ter igualado ou superado o patrão em algo.

Tudo tem um argumento historico grande, que por preguiça e falta de informação a maioria ignora.

Você ouve, sempre, na porta do Morumbi: “É Libertadoes!!! Tem que vir”.

E ouve, quase sempre, na porta do Pacaembu: “Foda-se o que é, é o Corinthians”.

Tem dos dois lados os dois casos. Mas, na maioria dos casos, a gente consegue identificar um chamativo diferente. Um vai porque vai. O outro porque o espetaculo atraiu. São culturas, que começam em 1900.

Torcida tem importancia gigantesca. Sua presença idem, assim como sua fidelidade.

A grandeza de um clube está diretamente ligada a torcida. Pois é atraves dela que ele se torna um bom produto ou não. Logo, ter torcida significa grandeza.

Não só isso. Mas, principalmente isso.

A discussão sobre torcidas não é tola. Pelo contrário, é fundamental.

Cansei de cututucar a torcida do SPFC na ET. Porque gosto? Não, porque queria tentar mexer com eles. NÃo deu, e nunca dará. A diretoria do clube sabe disso e não esconde internamente que buscar uma postura fiel e mais apaixonada ali é perda de tempo. Culturalmente, o sãopaulino atrela sua paixão ao momento do clube.

Como todos. Mas, mais do que todos.

E isso se deve, também, aos resultados. O Corintiano aprendeu a amar incondicionalmente. Sofreu muito, seu time vivia em crise, perdendo, etc. O Sãopaulino se acostumou a condicionar a paixão ao resultado, pois sempre estava em finais.

Como o flamenguista tem orgulho da sua nação. E tem que ter. Porque, sem titulos grandiosos e fases brilhantes ha mais de 20 anos, o clube ainda consegue os melhores patrocinadores.

Mal usados, sem duvida.

Mas consegue.

E consegue porque tem torcida.

Torcida esta que, por meios diretos e indiretos, determinam a importancia de um clube e, portanto, seu valor.

Você, torcedor, vale muito mais do que pensa. E fazer parte de uma torcida, seja ela qual for, é motivo de orgulho sim.

Afinal, são vocês que mantem seu clube vivo.

abs,
RicaPerrone