Home » Futebol » Campeonatos » Copa do Mundo » Torcida x analise

Torcida x analise

Tenho notado um comentário na Copa que não consigo entender. Dizem assim: “Você torce pra um time que joga isso?!” ou “Como torcer por eles se estão mal!”?. Eu juro, não consigo achar lógica.

Aí vem no blog e dizem assim: “O Perrone defende o futebol bonito e torce pro time da Itália”, por exemplo. E eu pergunto: O que tem o cu com as calças?

O que impede de um torcedor analisar e ver que o time está mal? Desde quando a TORCIDA é atrelada a analise?

Se o Brasil perder jogando mal, vou criticar. Mas daí a não torcer por isso, é diferente.

Se a Argentina ganhar com méritos, ok. Mas daí a torcer por ela, são outros 500.

Torcida é uma coisa. Analise é outra.

Eu torço pra Itália por motivos familiares. Torço pro São Paulo porque torço. Torço pro Brasil porque sou brasileiro. Se vai ganhar, se não vai, são outros 500. Se merece, se não merece, mais 500.

Mas torcida é torcida.

Essa relação que alguns colocam, me desculpem, é tosca. Não conheço um corintiano que torce pro Palmeiras porque o Corinthians não está jogando bem. Ele até reconhece que está mal, mas qualé o problema em TORCER pro dele?

Gosto de Gana, não gosto dos EUA. Torço pra Gana, ué.

O que vou dizer sobre Gana ganhar são outros 500. Mas, torço pra quem eu gostar mais, não necessariamente pra quem joga melhor.

Que lógica é essa? Onde estavam estes milhões de teoricos que não na arquibancada da Vila Belmiro então?

Em alguns casos, quando não há preferencia, se torce pelo que está melhor. Em outros, quase na maioria deles, torce-se pelo que você mais gosta. Simples assim.

Eu hein…

Já declaro, sem pé atras: Alemanha x Inglaterra, tanto faz. Mas gosto mais da Inglaterra.

México x Argentina não preciso responder.

Paraguai x Japão, indiferente.

Holanda x Eslováquia, Holanda. Gosto do futebol holandês.

Brasil x Chile é piada.

Espanha x Portugal, torcerei pela Espanha. Mera simpatia pelo país.

Agora, o que vai acontecer, quem vai merecer e o que vou achar disso são ouuuuuutros 500.

Né?

abs,
RicaPerrone