Home » Futebol » Torcida, a alma do futebol

Torcida, a alma do futebol

torcidafla“De que adianta ter torcida grande?”, perguntam alguns. “Prefiro titulos do que torcida”, dizem outros. A verdade é que nada disso faz sentido. Torcida é, e sempre será, o objetivo final de qualquer clube brasileiro. Simplesmente porque torcida significa clientes, logo, valorização de marca. E quanto mais vale sua marca, maior seu clube, como em qualquer empresa.

Se esse numero de clientes é bem usado ou não, aí sim é outra discussão. Mas, o futebol brasileiro gira, fala, tenta, inventa e no fim… só quer isso: torcida.

Fecha a conta pra mim.

Time se estrutura pra que?

Pra ganhar titulos.

Compra jogador pra que?

Pra ganhar titulos.

Ganha titulos pra que?

Pra conquistar torcedores.

Time busca patrocinador baseado em que?^

Em torcida.

Time brasileiro tem chance de ter um timaço baseado em que?

Na receita que a torcida vai gerar.

Ou seja, o fim de toda ação no futebol brasileiro é a torcida.

E isso não tem nada a ver com futebol exatamente. O objetivo de qualquer banco é ter correntistas. De qualquer Casas Bahia, ter carnes a serem pagos, e de qualquer clube, ter o cliente mais incrivel do mundo, que é o torcedor, aquele que não te larga nunca.

Como disse no começo, não cabe a discussão de saber usar isso. É outro papo. Mas, o principio basico do jogo é simples.

Se faz um espetaculo para o consumidor, que é o torcedor.

E brasileiro consome apenas coisas do seu time. Não é como na Europa que se vende pro mundo todo.

Assim sendo, a marca de um clube está diretamente atrelada a torcida, e não exatamente a titulos, estrutura e outras firulas.

Fundamentais, mas, que se tornam firulas quando o assunto é clientela.

As duas pesquisas recentes deixam isso bem claro. A de que time tem maior valor de mercado no país e a de quem tem mais torcida.

O SPFC, ha 3 anos, vomitou na midia que em 10 anos teria a maior torcida porque ganha titulos. Bobagem das mais grossas que ja ouvi, contestei, apanhei pra caralho por isso, e hoje vejo uma belissima pesquisa deixando bem claro que este sonho é um baita delirio, só.

Torcedor não muda de time assim. Ele vai de pai pra filho, ele muda pelo idolo, pelo encanto. É mais fácil um garotinho ir ao Maracanã e sair apaixonado pelo Fluminense com 90 mil pessoas lutando pra não cair do que virar sãopaulino num Morumbi com 50 mil as vesperas de um titulo sem emoção e sem idolos no elenco.

É o principio basico do futebol. Você se apaixona por um clube ou por força familiar, ou por idolatria.  É pelo sonho, não pelo resultado frio.

Aí vem o festival de argumentos toscos.

“Torcida não ganha jogo”.

E eu respondo: Mas voce ganha jogo pra buscar torcida.

“Prefiro titulos do que torcida”.

E eu respondo: E quem mandou escolher so um deles?

“De que adianta ter torcida e não ganhar nada?”

E eu respondo: Adianta que o mais dificil voce ja tem. O titulo em 6 meses voce arruma…

“A China tem a maior torcida do mundo e nem por isso”…

E eu respondo: Este é o argumento mais tosco que existe. Seleção tem torcida porque nego NASCE no pais. Nao é uma opção. Essa comparação não existe.

E assim é o futebol. Torcedor é tudo neste esporte magico.

É pra ele, por ele, movido pela paixão dele.

A razão disso tudo é o torcedor, não o Kaká, o Luxemburgo ou a imprensa esportiva.

Logo, ter torcida significa muito por aqui. Lá, na Europa, nem tanto. Aqui, quase tudo.

E a pesquisa mostra muita coisa interessante. Que podemos falar separadamente em outros posts.

abs,
RicaPerrone