Home » Futebol » Botafogo » Todos estão mudos

Todos estão mudos

Falei, não nego. Como a maioria de vocês, contestei Oswaldo, a teimosia, o Rafael Marques, etc, etc, etc.

Campeão carioca com mérito incontestáveis. Jogando bem, organizado, sem depender de uma só jogada e sem perder pra mais ninguém.

Você pode teimar e brigar com os fatos menosprezando o estadual. É uma forma de defender a própria crítica.

Eu, se fosse o Oswaldo, tudo que eu gostaria de ouvir hoje era um miserável: “Você tinha razão, Parabens!”.

E ele tinha.

O Rafael Marques de fato é um jogador muito melhor do que parecia ser quando dominava de canela. O Botafogo pode sim jogar com apenas um atacante de origem e as idéias mirabolantes com Seedorf adiantado, Lodeiro aberto e um novato na vaga do Renato não eram ruins.

Oswaldo sabia onde queria chegar e, com o crédito dado pela diretoria, chegou.

Méritos de quem “fechou com o certo”. Incontestável erro de avaliação de quem, como eu, achou óbvio o fracasso da filosofia Oswaldo no Fogão.

Agora, quando o ego nos obriga a enrolar e tentar inventar “poréns” para justificar o mérito alheio, não me sentiria honesto se não repetisse aqui o que disse para amigos vendo a partida.

“O Oswaldo tinha razão”.

E o título que não vale nada, valeu. Porque ainda é muito mais negócio ser campeão estadual do que “participar” de uma Libertadores.  E até então, só temos participantes.

Por enquanto, ri o botafoguense, o resto sonha.

Parabéns, Fogão! Parabéns, Oswaldo.

abs,
RicaPerrone