Home » Futebol » Clubes » Santos » “Tô nem aí…”

“Tô nem aí…”

ganso_rib-2

Quando um time vem jogando mal e na queda do técnico passa a acertar tudo, acho indício de falta de caráter.  Quando o time não anda com um treinador, ele cai e o time segue olhando o jogo em campo é falta de vergonha.

Ninguém vai me convencer que um time que tem Jadson, Ganso, Luis Fabiano e Oswaldo não possa trocar 3 passes certos no ataque. Nem que Lucio e Rodolfo, até outro dia exaltados, possam formar uma zaga ridícula.

Aí você me diz que o adversário é um avião. E não é o caso, pois o Santos usou 6 recem promovidos dos juniores em campo.

Perder pro Santos não é um resultado anormal, ao contrário.  Mas perder olhando a bola passar, como se não se importasse com aquilo, é de se preocupar.

Isso dois dias após um presidente reunir o grupo e demitir o técnico, é mais assustador ainda.

Tá fácil demais jogar no São Paulo. O resort de Cotia forma médicos, engenheiros, advogados, mas jogador, só se der. No CT é o paraíso. A imprensa não pressiona, crise no SPFC não vende, a torcida faz mais barulho na web do que no estádio e não há oposição no clube.

Salário em dia, campos perfeitos, pássaros cantando, o mundo da terra encantada.

Jogar no São Paulo é uma grande moleza.

O futebol não é uma ciência que responde ao fato de estar “tudo funcionando”. Precisa algo mais.

Esse time passa a impressão de não se importar com o resultado. Amanhã tem treino, salário, campo bonito e flores no ct.

Dane-se o resto.

abs,
RicaPerrone