Home » Futebol » Clubes » Santos » Terrorismo no caso Neymar

Terrorismo no caso Neymar

11dez2013---neymar-faz-comemoracao-parado-na-esquina-apos-marcar-seu-terceiro-gol-na-partida-entre-barcelona-x-celtic-pela-liga-dos-campeoes-1386796296984_1024x683

Você já ouviu esse termo 200 vezes, todas elas com um tom “criminoso”.  Como se “aliciar” alguém fosse um tremendo absurdo ou uma falta de respeito.

O que é “aliciar”, afinal?

Seduzir, convocar, convidar, angariar, atrair.  Em alguns casos, “subornar”.

Não é o caso. Neymar não foi subornado pelo Barcelona, mas sim cobiçado, contactado e em seguida contratado. Algo que acontece com qualquer profissional de grande valor o tempo todo.

Alguém te liga e tenta te seduzir com algo.  Você aceita ou recusa. Simples assim.

Em 2011, Neymar tinha 19 anos. Portanto, é adulto pra responder pelo que escolhe. Se aceitou uma grana do Barcelona por uma preferência de compra, qual problema?

Ele deu um golpe no clube e acabou não indo?

Alguém realmente acha que o menino facilitaria o jogo pro Barcelona no mundial sendo que o Santos nem passou do meio campo?

Quanta bobagem. Insinuações idiotas, destrutivas. Desnecessárias.

Se o Barcelona escondeu internamente o valor do Neymar pra alguém se beneficiar, problema deles. Porque temos sempre que pegar um caso de eventual corrupção e procurar um brasileiro pra assinar o BO?

Aceitem. O Barcelona também tem dirigente ruim, também faz merda, fecha no vermelho HA 5 ANOS e ninguém acha a administração deles uma porcaria.

Porque falam outra lingua.  Afinal, ganhando o que ganharam em campo, não fechar um ano no lucro me soa como um tremendo amadorismo. Sem contar as dívidas enormes do clube.

Mas não. São perfeitos! Lindos. Fofinhos.  Vamos investigar e questionar o Neymar.  Este sim, brasileiro que é, deve ter algo escondido.

Né?

Haja paciência.

abs,
RicaPerrone

Comentários