Home » Futebol » Clubes » Vasco » Tem jeito?

Tem jeito?

dorival-jrEu não gosto do Dorival. Nem odeio. Acho um técnico comum.  Tão comum que consigo ao mesmo tempo entender o que ele quer e não concordar nem com a idéia, quanto mais com a execução.

O Vasco é um time grande e Elefante na lama atola mais ainda quando se mexe pra tentar sair. É fácil ser Goiás, com todo respeito. Se ganha, surpresa. Se perde, normal.  Contra um Vasco desesperado é muito bom ser um time “médio”.

Você vai me convencer que o time é fraco, que isso, que aquilo. Não vai me convencer que é time pra ser rebaixado. Menos ainda que o Vasco seja azarão contra o Goiás em casa.

Tem algo mais. E seja lá o que for, é preciso sacudir. Começando, talvez, por uma troca de treinador.

Mas porque, Rica, você acha que o Dorival errou?

Vou devagar, mas resumido.

O Vasco trouxe o Cris porque queria um zagueiro mais experiente. Vaz e Jomar são novos, não prometiam segurança. É natural.

Contrataria o Cris? Não. Mas se ele estivesse lá, eu o usaria.

Não como dupla. Cris é grossão, tá lento, em má fase e fim de carreira. O que ele tem a oferecer? Experiência.

Vai usa-la deixando adversário no mano a mano com o cara? Me parece um erro. Cris seria útil de terceiro zagueiro, atrás dos dois garotos, orientando e cuidando da sobra, onde a idade pesa menos.

Não teria mano a mano, o Vasco abriria o leque se tornaria um time menos previsivel.

Como?

Na lata? Foda-se quem vai ser o volante ao lado do Pedro ou o atacante ao lado do André. O conceito mais simples possível é entender que o Fagner é muito bom no apoio e comum na defesa.

Com 3 zagueiros minimiza-se o risco, potencializa o que o Cris pode dar, abre o jogo pelos lados com os laterais mais soltos e tira o Juninho da obrigação de marcar. Com 3 presos, sendo 1 o Juninho aberto, o adversário já começa vindo menos.

3 zagueiros não tem nada a ver com defensivo ou ofensivo. Isso quem determina é a postura do time. O Vasco hoje joga no Mano a Mano, tem uma puta dificuldade em sair com os laterais e obviamente a bola vai pra onde? Pro Juninho.

Qualquer um sabe o que vai acontecer. Qualquer um anula.

Pedro Ken, vindo de trás, cresceu. Mas com Cris e Jomar no mano a mano, não vai pra lugar nenhum. Vai ficar preso lá o tempo todo.

O ponto central, pra mim, é defensivo.

Foto 18-10-13 01 55 37

Esse time não pode deixar de atacar pelos lados pra proteger uma zaga lenta e pesada. Arruma uma sobra, solta os lados do campo e torna-se mais coerente com o que tem em mãos.

Um 442 onde o lateral não pode subir, a zaga não pode ficar no mano a mano, os volantes não sabem quando apoiar e a única jogada é o Juninho…. não funcionou.

Se o próprio Dorival pode mexer nisso ou será preciso a troca de um treinador pra deixar o time mais solto dentro das características que tem hoje, não sei. Sei que esse time não pode tomar o primeiro gol.

Entra em pânico, bola de neve. Elefante na lama.

São 3 jogos em sequencia (apos o classico) pra buscar 9 pontos. Não tem “talvez”.

É agora.

Vá ao estádio. Ajude.  Depois, em dezembro, discuta a situação.  Agora não dá mais pra discutir. É hora de ajudar.

abs,
RicaPerrone