Home » Diversos » #TaTudoBem

#TaTudoBem

Acordo, abro o facebook, porrada na Luiza. De “engraçada” a menina já virou “vagabunda” só porque alguns cansaram da piada. Aí, ofendem a coitada que não sabia nem o que estava acontecendo.

Abro o twitter e todos que discordam da minha opinião sobre o Rubinho me mandam tomar no cu.  Volto ao Facebook e leio centenas de amigos ironizando a péssima programação da TV, a porcaria que é o BBB, o absurdo que é a mídia falar da Luiza, etc, etc, etc.

Volto ao Twitter mais tarde e começa o festival de “Que merda isso na tv”. Mas todos seguem vendo, porque se não assistirem não tem nada pra criticar. E se não criticar, não parece culto e revoltadinho.

Se você acha que o rapaz é estuprador, aparece uma ong de não sei onde manipulando pessoas para te perseguir condenando sua opinião. Se acha que ele é bonzinho, milhares de intelectuais revoltados vem dizer que “E se fosse sua filha”.

E ai de você se responder que “minha filha não bebe e dorme com quem mal conhece”, afinal, estaria julgando. E julgar não pode, mesmo sendo o que os que julgam não poder acabam de fazer com você.

Não gosta do BBB? Desliga essa porra, mané!  Vai ler um livro, vai cozinhar, jogar video game, sei lá!

Ou, sem crise, liga pra uma puta. Gira a economia, dá um troco pra ela, alivia pra você e enche menos o meu saco. Mas desliga a televisao, seu merda!

Cansou da Luiza? Para de falar dela. E se não pararem, ignore. Porque sua revoltinha só gera que falem mais da Luiza. Porque nesse país quando a gente ri de uma coisa leva 24h pra aparecer alguém dizendo que “cansou da piada” e menos de 10 minutos pra surgir um bando intelectuais analisando a futilidade do povo brasileiro em rir de algo enquanto morrem criancinhas na Somália.

Se na tv só tem desgraça, reclama que só tem desgraça. Se repercutem a piadinha da Luiza, é porque somos vazios e futeis. Se fala de assalto, só se fala em problema. Se mostra que subiu pra sexta economia do mundo, “Grande merda, a saude continua ruim”.

Isso é rede social ou muro de lamentação?

Quem foi que inventou que ser intelectual e culto é criticar tudo o tempo todo?

“O BBB não tem cultura”. Então liga na TV Discovery e vai ver a vida dos Golfinhos, seu viado!  Cadê o manual que diz que você tem que ter cultura ao sentar em casa após um dia de trabalho pra ver tv?   E se eu quiser ver bundas rindo na piscina? O que você tem com isso?  Tem gente que dorme em cemitério, caralho! Porque implicar com o meu BBB?

Que mundo mais cheio de regras velhas. Você diz: “Seja culto, leia um livro”. Tá, e se eu for ler Harry Potter? Fiquei mais culto do que vendo o BBB onde? Aprendi a jogar quadribol? Vou dormir com medo do Valdemar com grife?

Porra, relaxa aí irmão.

“Gosto de samba!”. Pronto, já vem um dizer: “Bancado pelo trafico de drogas…”.  Caraca, sujeitinho! Os pms corruptos são bancados por você! Já pensou se cada merda que der na favela eu for te ligar e lembrar que uma vez você deu 50 pra um pm te liberar?

Tem tv fechada ai que leva isso pro esporte. Você cita “seleção” e é dever da emissora que cada comentarista menospreze aCBF, acuse o Teixeira, não prove e diga: “Quem nao acusa é porque tem rabo preso”.

Dá pra ver um jogo do Brasil sem pensar na porra do Teixeira? Dá rir do que é engraçado, relaxar com o que é entretenimento e ficar puto com o que de fato deveria te deixar puto?

Se o seu deputado meter a mão você dá um RT no twitter da Veja e ok. Se o Rafinha sacaneia a Wanessa Camargo você discute isso o mes inteiro e depois quer pagar de intelectual condenando BBB e a piadinha da Luiza?

Fala sério, meu parceiro. Deixa o Michel Teló cantar em paz.   Você sabe porque dura 10 dias e não só 2? Porque os outros 8 é de gente reclamando, fazendo discurso e comparando a sociedade brasileira a não sei que merda só porque ouviram Michel Teló.

Os Beatles fizeram “iêiêiê”, e ai? Qualé o crime?

E eu, revoltado com tudo isso, tô fazendo o que?

Um post cagando regra e reclamando de tudo.

É viciante!!!!

Vou pro facebook.

abs,
RicaPerrone