Home » Tag Archives: rio de janeiro

Tag Archives: rio de janeiro

Os “menos piores” do povo

Esse Rio de Janeiro atordoado e sem opções escolheu a que achou “menos pior”.  No domingo de eleição pouco importam as propostas, o ideal,  ou mesmo a carreira de cada um dos candidatos. O que importava era a discussão filosófica sobre “diga-me com quem andas e te direi quem é”. Nós passamos 2 meses de terrorismo virtual lendo acusações, vendo fotos …

Read More »

Diferentes

Em nenhum lugar do mundo 400 km podem ser tão distantes como os da via Dutra. Paulistas e cariocas são vizinhos que se completam, mas não podem aceitar isso por mera vaidade. Enquanto um cuida da piscina, o outro chega de terno e pensa: “Vagabundo…”. De bermuda e chinelo, o outro retruca de boca fechada: “Criado pela vó… “. Mas …

Read More »

4 anos no Rio

rio-de-janeiro-rj

Hoje, dia 1 de agosto, completa 4 anos que cheguei ao Rio de Janeiro. O texto de quando completei 1 ano na cidade viralizou, depois fiz outros menos populares sobre o tema, como o 600 dias no Rio e o 900 dias no Rio.  Nesse meio tempo também comparei Cariocas e Paulistas. Hoje eu quero lhes dizer umas verdades, cariocas …

Read More »

Fim!

Fico feliz que tenha gostado e que agora saiba ser exagero todo medo que foi criado. Não pude te oferecer o maior conforto de todos, mas te ofereci a melhor das intenções. Se faltou caviar, me perdoe, espero ter compensado com sorrisos. Aqui não fazemos muito caviar. Mas sorrimos como se pudéssemos comê-lo todos os dias. Quando chegar em casa, …

Read More »

Olimpíadas no Metrô – Vem, Trump!

O fim está próximo. E como sabemos, a partir de segunda-feira o carioca terá que conviver com o estranho fato de não ter o que esperar, não ter o “imaginar na…” e menos ainda fazer mil teorias do que pode ou não dar errado após mais um sucesso como essas olimpíadas. E foi num vagão do Metrô do Rio que …

Read More »

Rio, a ex que ficou gostosa

Sou brasileiro e portanto jamais vivi sequer 24h onde as pessoas a minha volta sentem mais orgulho do que vergonha.  Até mesmo quando cabe o orgulho, logo o brasileiro se lembra de alguma vergonha para conseguir conviver com isso de forma mais natural. Há 10 dias eu não sabia o que era uma Olimpíada e nem mesmo o que ela …

Read More »

365 dias no Rio

Versão em inglês.   Faz 1 ano. Desembarquei com esposa, cachorro e umas malas. A mudança veio no dia seguinte.  Levei 33 anos imaginando “como seria”, e agora tenho 1 pra contar “como foi”. O Rio de Janeiro é a minha Paris. Eu não sonho com a tal de torre, nem me importo com o Louvre e nem acho do …

Read More »

O brasileiro e o “aborto de recém nascidos”

Aborto é um tema polêmico.  Eu particularmente sou a favor, já que não levo em consideração qualquer crença ou orientação religiosa para discussões práticas. Mas poderia ser contra, também teria meus argumentos. O que acho que ninguém concordaria é com o “aborto de recém nascidos”.  Ou seja, a criança nasce, você desiste dela, e a mata.  Isso não faria sentido, …

Read More »

600 dias no Rio

Escrevi algo quando completei 1 ano no Rio de Janeiro.  Depois, as diferenças entre paulistas e cariocas.   Agora, já falando “sinistro” e “maneiro” sem notar,  vou mandar o papo. Eu disse que morava no Rio e logo que aquele texto fez sucesso meus amigos cariocas me corrigiram. “Você não mora no Rio, mora na Barra!”. A Barra, meus caros, …

Read More »

900 dias no Rio

Ginga pra lá, bunda pra cá, aquela pele bronzeada, o jeitinho de falar. Cariocas são sedutores por natureza, e mais do que isso, por sobrevivência. Aqui, não é uma questão de “dever”, mas sim de conquista. Do posto de gasolina ao chopp mais geladinho, há um jogo de sedução não necessariamente sexual. Mas em tudo, pra tudo, o tempo todo, …

Read More »

365 days in Rio

O amigo leitor Pedro Elias traduziu o texto “365 dias no Rio” para que mais gente além dos brasileiros possam ler.  Obrigado! And then I stopped the car, pulled the handbrake and thought, “I came home.” It has been one year. I landed with wife, dog and some bags. The move came the next day. It took me 33 years …

Read More »

Uma história brasileira

Cheguei de volta ao Rio de Janeiro sábado, 7 da manhã. Não havia transito e nem bandeira 2. Moro na Barra, que normalmente custa 70 ou 80 reais do aeroporto com taxi comum. Nos últimos 5 dias, em São Paulo e no Rio, usei o Uber. Tive um probleminha com um motorista meio perdido, mas num geral, muito bem atendido, …

Read More »

O coxinha!

salgado_frito_coxinha_slider1

Coxinha é o termo usado para pessoas que não são de esquerda desde as manifestações de 2013.  Todo não petista, não esquerdista, pra alguns, virou “coxinha”. Eu nunca consegui encontrar de fato um “coxinha” pra poder concordar com a tese e sentir na pele a irritação causada por um deles. Até porque não sou de esquerda, não voto em PT …

Read More »

A Copa no Metrô

De todos os lugares que visitei nesta Copa, nenhum me encantou mais do que estar no Metrô do Rio de Janeiro. Jogo a jogo trocavam as cores daquela multidão que pela primeira vez lotava um vagão sorrindo e não atrasado pro trabalho ou cansado dele. Entre diversos gringos que não entendiam muito bem o que fazer havia sempre uma duzia de …

Read More »

A Copa no Metrô

Era domingo, dia da final. Por volta das 13h o metrô já recebia aquela multidão que partia em direção ao estádio especialmente de azul e branco. Embarcamos na Del Castilho e os argentinos começaram a cantar e provocar brasileiros nos vagões.  Pulavam, batiam nas paredes, tentavam de qualquer forma nos tirar do sério. Até que na estação seguinte entra um …

Read More »

A Copa no Metrô

Já próximo a embarcarmos para o Maracanã, dois franceses ansiosos com a decisão contra a Alemanha cantavam ao meu lado.  Mas não músicas de futebol, canções mesmo. Eu não entendia nada porque era tudo francês, claro. Até que um deles olhou pra mim, viu que eu era brasileiro, e tentou ser “legal” cantando algo daqui.  Pensou, arriscou começar uma, não …

Read More »

A Copa no Metrô

Era uma tarde comum no Rio de janeiro não fosse a presença ilustre de milhares de franceses e equatorianos.   Se de um lado era um festival de “Si, se puede”, sabendo que não poderiam, do outro era só euforia pelas oitavas, já sabendo que seria a Nigéria o próximo alvo. “Allez les blue” pra lá e pra cá, franceses cheios de …

Read More »

Roubaram nossas figurinhas?

Há cerca de 3 dias as figurinhas da Copa se tornaram algo raro no Rio de Janeiro. Ao procurar em mais de 8 bancas pela cidade, a informação é bem pouco animadora. “Roubaram um carregamento de 500 mil pacotes que seria distribuido pela cidade. Por isso está em falta e sem previsão para reposição”, disse uma dona de Banca na Barra da …

Read More »