Home » Tag Archives: 1×1

Tag Archives: 1×1

Então, chora Tricolor!

Chora, Tricolor. Eternize em lágrimas o delicioso sentimento de rever o seu maior amor tantos anos depois. Chora de raiva, porque foi muito duro esperar. Foi quase insuportável ver “o outro” fazer o que só tu fazia enquanto nada dava certo pra ti. Chora de orgulho, porque é num estádio desse, numa conquista dessas, que se mede o tamanho de …

Read More »

Os “quase heróis” e o “herói”

Pode dizer que foi drama de véspera, que nem havia contusão. Tanto faz. Se não houve, mais mérito ainda pro Palmeiras que fez o Flamengo acreditar que não teria seu principal jogador. Os rubro-negros tiveram sua noite de “quase heróis”. Da expulsão de Márcio Araújo, que considerei um pouco exagerada mas bem previsível, a saída de Diego, os que estavam …

Read More »

A rampa do ouro

Todo torcedor que se preze tem alguma superstição.  Eu tenho as minhas e conforme o jogo vai ficando mais complicado elas vão aumentando. Pois vou contar a história da medalha de ouro que dei ao Brasil no dia 20 de agosto, no Maracanã. Estavamos em 3. Aníbal, um amigo mexicano, Nivinha, uma amiga carioca, e eu.  Antes de entrar no …

Read More »

A síntese do futebol brasileiro

Não há melhor forma de tentar entender o que está acontecendo no futebol brasileiro hoje do que assistindo a Grêmio 1×1 Atlético MG. O jogo é exatamente o espelho do que estamos caminhando pra ser contra o que éramos e não queremos mais.  Vou explicar. O Grêmio aceita as limitações impostas por um jogo coletivo e busca através dele vencer …

Read More »

Como tem que ser

Se você me pedir a fórmula de um grande clássico eu citaria boa parte do jogo desta noite como “receita”. Do empurra empurra a polêmica não expulsão. Da burra cotovelada ao beliscão nos mamilos.  Dos gols perdidos, dos gols marcados e por quem foram marcados. Clássico que é clássico não tem mandante. Clássico que é clássico tem empurra-empurra e pontapés. …

Read More »

Tem um “ministro” em cada um de nós

Um momento “divertido” de Ituano 1×1 São Paulo, tratado evidentemente com naturalidade num Brasil que clama por honestidade, mas que no fundo é “malandro” por inteiro. Thiago leva o segundo amarelo. O juiz não nota num primeiro momento e então Ganso, que percebeu, grita pro treinador para “tira-lo” e manter o time com 11. Como se fosse possível que em …

Read More »

O jogãozinho de Volta Redonda

  A diferença brutal entre o Fluminense e o Botafogo, hoje, é que apenas um deles sabe o que tem em campo. Enquanto o Fluminense toca a bola esperando que um de seus talentos resolva o jogo, o Botafogo assume o papel de um time tecnicamente mediocre e faz o básico do básico, compensando com “noção” o que lhe falta …

Read More »

O River e seu “beco”

Perto de casa tem um beco escuro onde muita gente já foi assaltada, inclusive eu.  São tantas e é tão comum que quase não se nota mais.  Embora já tenha sido comprovado o crime e até encontrado um dos ladrões, pouca coisa mudou. Naquele beco ando bem vestido, bem fardado e talvez por isso, mesmo ameaçado, dificilmente me derrubam. Outra vez, …

Read More »

Haja fé!

O Tolima e a quase inaceitável hipótese de perder o jogo para o Vallejo no Pacaembu manterá bocas fechadas até lá, mas a vontade é falar em goleada. A diferença dos dois times é quase de um time junior pra um profissional. O São Paulo tocou a bola e se aproximou em ritmo de treino, sem esforço, e só não venceu …

Read More »

Triste

Eu não tenho outro termo pra definir a seleção.  É “triste”. Nada mais. Triste de ver como atua, mais triste ainda ver o quanto ela não confia em si mesma. Triste em campo, triste no andar, na hora de reclamar ou vibrar. Tristes. Jogadores, comissão, tudo parece que está ali por obrigação e no único dever de “calar a boca” …

Read More »

O maior gol da Argentina em todos os tempos

Eu tenho 37 anos, acompanho futebol há 37 e 9 meses.  Eu não me lembro de ter ouvido um grito de gol da Argentina narrado pelo ótimo Galvão Bueno. O que a Globo está fazendo, e talvez não seja algo da emissora e sim de uma duzia de pessoas, não me parece justo.  E longe de “defender” o Dunga, que …

Read More »

“O cara”, o detalhe a mais

Pra mim este era o confronto mais importante da noite. E não vou ser medroso de revelar que acredito que destes dois sai o meu favorito a título, pelo menos um ligeiro favoritismo. Porque? Porque o Grêmio é o melhor time que ainda estava na Copa do Brasil. O mais competente e organizado, vide Brasileirão.  E o Fluminense é o …

Read More »

Exagerados

Palmeiras e São Paulo convivem com seus exageros há algum tempo.  As vezes pro bem, ora pro mal, mas os dois clubes tem em seu território algumas semelhanças. Do conceito de genialidade precoce dada a um treinador aos ídolos fanfarrões, do qual o Palmeiras já se desfez, diga-se.  Da idéia de que os “mitos” do gol não devem parar até que …

Read More »

Diferenciados

Acho Corinthians e Grêmio os times mais bem treinados do país. Os que tem jogada ofensiva além de uma defesa e bola parada. Os que trocam passes conscientes, os que não dependem meramente da capacidade do jogador brasileiro pra marcar gols. Tite, já consagrado, e Roger, ainda no começo. Mas claramente os dois times mais organizados e modernos do país. …

Read More »

Sem espelho em casa

“Perdemos pra nós mesmos”.  Essa deve ser a frase mais comum no dia seguinte a um clássico qualquer. O time que perde o jogo não assume de forma alguma os méritos do rival e atrela a seus gols perdidos e defeitos na zaga o resultado. Como se fosse possível enxergar algo além dos nossos 11 correndo em campo contra aqueles …

Read More »

Um roteiro fácil

Talvez você seja mais um dos que perderão horas da sua madrugada tentando entender “como o Flamengo perdeu” o jogo.  Eu serei mais simples. Tentarei entender o que faz de um time tão arrasado e pisoteado no campeonato brasileiro eliminar seu maior rival e transformar uma semana em meio ao caos em história. Tentarei buscar formas não táticas e técnicas …

Read More »

Quando um lance fica maior que um jogo

São Paulo e Corinthians fizeram muito mais do que o resultado insinua.  Num grande jogo, aberto, cheio de alternativas e com dois times buscando a bola no chão, qualquer resultado era bem aceitável até os 47 do segundo tempo. Ali, naqueles segundos finais, o jogo todo foi apagado. O que resta é saber se foi ou não pênalti, Não adianta …

Read More »