Home » Tag Archives: 1×0

Tag Archives: 1×0

Que loucura!

É de confundir, no mínimo.  O Botafogo que raramente joga a Libertadores parece um veterano. Não entra na catimba, domina o jogo, vence, vai passando e convencendo. O seu melhor jogador não pode jogar, o time mantém a calma e não muda a forma de tocar a bola e buscar o gol. Não há desespero, nem mesmo quando perdendo como …

Read More »

Mas é claro que valeu!

Com gol espírita a favor e contra, pressão, contusão, golaço e casa cheia, o Botafogo não pode considerar nada ruim o resultado desta noite contra o Colo Colo. Primeiro porque os chilenos estão em meio de temporada, nós no começo. Depois porque o Botafogo, alguns esquecem, segue sendo um azarão. Ele não montou um timaço de dezembro pra cá que …

Read More »

Dono do jogo

Não existe qualquer argumento para oba-oba após vencer o Resende no estadual. E honestamente, mesmo se não vencesse, o post seria o mesmo. O resultado pouco importa. O Fluminense montou um time “humilde”, foi se reforçar no Equador, achou um volante que dá pinta de ser muito acima da média, um bom meia, tem no Scarpa ainda a condução das …

Read More »

Meio caminho x Nada

O Cruzeiro ainda não tem um time pronto. Mescla o time que terminou 2016 com reforços que ainda nem estrearam e a tendência é crescer. Nesse meio do caminho, um jogo dentro do elogiável.  O Galo, como em 2016, tem tudo pra ter e nada na prática. O time do Galo não tem nenhum padrão de jogo e é cedo …

Read More »

Entendeu agora?

Alexi, meu bom filho; Por muito tempo tive que te preparar para o que você encontraria pela frente. Foi muito difícil te ver sofrer, sem entender, pedir, me ver negar e ainda assim ouvir um “obrigado” de ti. Sua devoção e fé nunca me deixaram dúvidas de que eu preparava um cenário a quem merecia. E se eu pudesse escolher novamente, …

Read More »

Enfim, sorrisos

O Allianz Parque é o estádio mais tenso do Brasil há pelo menos 4 ou 5 meses.  Ali, toda semana os donos da casa se reunem para “não dar mole”.  Num campeonato como esses é muito mais fácil ser o Flamengo do que ser o Palmeiras. Explica-se com alguma tranquilidade essa tese no momento em que o time carioca, por …

Read More »

Precisamos falar do Botafogo

Não há nada mais constrangedor a um comentarista do que os fatos. Eles tornam toda discussão indiscutível, todo prognóstico vazio e quando os confirmam não faz mais do que obrigação. O Botafogo 2016 é o assunto que ninguém quer tocar. Façamos esse papel e vamos assumir que erramos bizarramente nos prognósticos.  Porque não conhecíamos o treinador que chegaria? Porque não …

Read More »

O senso de realidade

Tem algo que o Botafogo de 2016 tem melhor do que quase todos os elencos do Brasil: o senso de realidade. Poucos times sabem até onde podem ir e brigam dentro daquilo sem se deslumbrar e nem se desesperar conforme os resultados. Esse time, limitado, candidato a rebaixamento de 9 entre 10 palpites antes da bola rolar, hoje está bem …

Read More »

Como deve ser

Grenal é a representação mais sul-americana de um jogo no Brasil.  Portanto, espera-se dele virilidade, força física, até brutalidade, porque não? Mas isso em campo. Fora dele o mimimi já chegou ao Grenal também.  Conseguiram polemizar um áudio de um treinador pra um “amigo”(do latim caguetas filhusde putis)  falando que passaria o trator no rival domingo. Uai? E …? Nada mais …

Read More »

Nada dá certo

Poucas vezes vi uma seleção tão conturbada. E não me refiro a questão política dos dirigentes porque, insisto, a CBF é uma coisa e a seleção brasileira outra. Apenas pessoas de má fé misturam as duas para desacreditar ambas mirando uma delas. Hoje o Brasil jogou até que bem. Faltou chute, faltou último passe. Mas o time que a gente …

Read More »

O mais previsível dos jogos

Se o Brasileirão é um campeonato absolutamente encantador pela falta de previsibilidade, o jogo deste domingo na Arena do Grêmio não seguiu a média. Pelo contrário, se esperávamos algo deste jogo era uma vitória dos mandantes, sem grandes espetáculos, placar magro, um Flamengo mais esforçado porém ainda insuficiente. Era exatamente o esperado. Diz o rubro-negro mais apaixonado que é “vacilo”, …

Read More »

Estrela?

A mídia esportiva no Brasil odeia futebol.  Eu tenho muita certeza disso toda vez que acaba um jogo como o do Vasco e discute-se primeiro onde errou para depois se exaltar a história escrita. Faltam 15 minutos. O time invicto do país perde em casa para um time pequeno e há ali uma história sendo escrita. É a virgem que …

Read More »

Pouca bola, muita história

O Morumbi viveu mais uma noite especial. Não pelo futebol apresentado nele, o que na verdade pouco importa, já que Libertadores não tem muita relação com o esporte em questão. Mágico quando os times entraram em campo, trágico quando caiu parte da grade de proteção. Enquanto Galo e São Paulo buscavam uma bola e bico pra frente, uma história estava …

Read More »

Detalhes

O futebol é o esporte menos “justo” do mundo e por isso o mundo o prefere.  Vasco e Botafogo podem jogar por 20 horas seguidas e provavelmente, numa decisão, o que vai resolver é um detalhe e não o todo. O Botafogo tem um goleiro e mais 10. O Vasco tem um time bastante superior tecnicamente. Não fosse clássico e …

Read More »

Quem liga?

Grande é quem primeiro se eterniza num campeonato para depois saber se o campeonato se eternizará. O Fluminense ajudou a criar o estadual e venceu o primeiro.  Repete a dose na Primeira Liga, que é novo, mas já é disparado o torneio que mais mudou de peso durante 3 meses. Veja você que de janeiro a abril na medida em …

Read More »

O indiagnosticável Grêmio

Tem clubes que fascinam por sua regularidade, outros pela falta dela.  Alguns por ganhar com propriedade, outros por ganhar Deus sabe como.  Em nenhuma dessas categorias encontra-se o Grêmio, o único clube indiagnosticável dos 12 grandes do país. O Grêmio passou.  Nem brilhando, nem tremendo.  Passou. E nas oitavas chega sendo Grêmio, mas sem o Olímpico.  Sem um grande time, …

Read More »

Os milagres de Cuca

No Fluminense, o já rebaixado que escapou. No Galo, naquela Libertadores, nem preciso contar as vezes em que o sobrenatural fez de Cuca um herói.  No Botafogo, com o que chamaram de “timinho”, fez um timão.   E no Palmeiras Cuca espera sua hora de brilhar. A questão não é “se”, mas “quando”.  É muito difícil o Cuca passar por …

Read More »

As idéias e os fatos

Suas idéias não correspondem aos fatos.  Embora seja “meia verdade” que estejam jogando demais, é menos verdade ainda que o time não tenha condições de se manter num estadual mediocre e numa Copa do Brasil em fase inicial enquanto vive a “maratona” de jogos. Nos últimos 6 jogos o Flamengo fez 1 gol, e de pênalti. Criação, sabemos, não é …

Read More »