Home » Futebol » Tá errado e tem que ser dito

Tá errado e tem que ser dito

torcidaTenho um hábito horrível: Tentar ver os dois lados das coisas, talvez por isso eu seja meio “do contra”. Quando todos metem o pau em alguma coisa, procuro saber porque tal coisa é tão criticada. Quando todos elogiam demais, procuro entender se não tem exagero nisso.

Quando muitos exaltavam o Muricy, eu cansei de criticar. Quando muitos pediram sua cabeça, eu cansei de achar o lado dele pra entender o que tentou fazer. 

Tenho minhas convicções sobre seu trabalho, mas só o tempo dirá. 

Me lembro que em 2005, quando campeão paulista, eu fiz uma coluna na SPNET e fui humilhado pelos leitores. Ela dizia basicamente isso: Esse time não vai ganhar nada. Ou se troca o técnico e contrata um CRAQUE pra resolver, ou o time não ganha nada. 

Me xingaram barbaridade, afinal, era campeão paulista. 

Veio Autuori e Amoroso, e o time ganhou tudo. Ficou o rotulo engraçado:  “Perrone é o cara que meteu o pau no time que ganhou tudo”, quando na verdade eu pedia exatamente o que aconteceu para que o time ganhasse tudo. 

Passados alguns anos, me vejo dando murro em ponta de faca. 

Quando Muricy pegou o Inter, estava diante de um novo estruturado gigante do futebol brasileiro. Levou os méritos de não ter ganho um brasileiro, que houve sim interferencia de STJD, mas que houve tambem uma PUTA INCOMPETENCIA em perder pro Parana por 3×0 em campo neutro e pro Coxa rebaixado na ultima rodada. Ali o titulo se definiu, e o Inter perdeu sozinho.

Saiu, o Inter ganhou tudo. Talvez por acaso, talvez não.

Veio pro SPFC, pegou o EXATO time do mundial e por 6 meses, com razoavel queda de rendimento, foi a decisão. Errou no jogo de ida, quando perdeu Josue e nao colocou Richarlyson. Deu o meio campo pro Inter e tomou. Dizem que foi azar, mas na real o Inter foi melhor e ganhou. O mesmo azar que teve perdendo Josue o Inter teve com um expulso. E o mesmo “azar” que enxergam nos erro de Rogerio, não enxergam como sorte quando ele salva tudo. 

No Brasileiro, mantendo o time de 2005 quase todo, jogou um futebol razoavel e venceu com folga, ate porque o unico rival que o SPFC tinha não disputou o campeonato em virtude do mundial, é bom lembrar. Perdeu a Recopa de forma ridicula, empatou com o Corinthians 9 contra 11. Pediram sua cabeça, não caiu

Veio 2007 e ai sim, o time armado pelo Muricy.  O que aconteceu? Um pessimo Paulistão, uma eliminação absurda por 4×1 pro Azulão em casa e a perda da Libertadores porque, teimoso, não quis escalar Jorge Wagner e Dagoberto, deixando o time jogando mal com Jadilson. 

. Com aquele elenco recheado, sem perdas, Reffis, estrutura e o diabo a quatro, venceu o Brasileirão com folga, como o Oswaldo quase fez, o Rojas em meio campeonato quase chegou, enfim, qualquer um que dirigir o SPFC num campeonato de pontos corridos vai disputar o titulo. 

Veio 2008, e a diretoria deu APENAS Adriano, F. Santos (que ele pediu), Carlos Alberto, meio time do Botafogo e mais o que já tinha. Resultado? Pessimo futebol por 6 meses, teimosia, eliminações e… mantido. 

Juvenal vai ao CT, aumenta o bicho, cobra do time, dá palestra, os caras jogam mal e correm. Ganham, jogando um campeonato ruim. Na raça, sem dúvida. Mas em momento algum o time jogou um futebol sequer registravel na memoria. Foi um dos campeões brasileiros de pior futebol em todos os tempos. Mas foi campeão.

Nao estou tirando os meritos do Muricy nas conquistas. Mas é preciso ver os dois lados. O lado de que nem sempre da pra ganhar, e o de que ganhar no SPFC um campeonato de 38 rodadas é muito mais facil do que em qualquer outro clube. Estrutra pesa pra cacete em 8 meses de torneio, tanto que o campeão 2008 não jogou futebol e ganhou. 

Começa 2009. O que ele diz? A diretoria me deu tudo que eu pedi, preciso fazer o time jogar. 

Ok. 

Passados 5 meses… o mesmo roteiro dos anos anteriores: O time não joga nada, é competitivo até a pagina 2, já descartou reforços que sequer jogaram, ninguem entende porque dos improvisos, e se arrasta na Libertadores. Fora do Paulistão no primeiro mata-mata que encontrou. 

Deus ajuda, o time ganha 3 semanas pra treinar enquanto todos ralam. Passa de fase sem jogar, e aí? Melhora? 

Não, piora.

Continua improvisando todo mundo, peitando quem lhe faz perguntas, sendo injusto com jogadores como Borges, insistindo que está tudo bem sendo que o mundo vê que não está. 

Afinal, se perder a Libertadores sabe que vai ser mantido lá, que pegará o melhor time do país e que vai chegar, no minimo, entre os 4 no Brasileiro. E aí dira: “Porra, 3 titulos e um quarto lugar nao ta bom?”. E quem dira que não?

São numeros… aqueles que fazem do PArreira um técnico top ate hoje, mesmo que viva dos meritos do Romario ha 15 anos. 

Muricy, pra mim, é um Leão. 

Vive momento top por circunstancias. Vai sair do SPFC um dia e daqui 5 anos vamos ver o que acontece. 

Leão hoje não é top. Ninguem quer. Era mentira. 

Muricy não é pior que o Leão. É um treinador igual um monte que tem aí. Só que ha 5 anos dirige os 2 melhores times do pais, obviamente vai disputar titulos e chegar forte. 

Ha mais de 2 anos o SPFC não joga um bom futebol. Ha 1 ano e meio não joga NENHUM futebol. 

A imprensa o elege o melhor, até porque muito colega meu analisa futebol pelos gols do fantástico. Ou seja, ganhou é bom. Perdeu é ruim. 

Não é assim.

Todo torcedor lucido que acompanha o SPFC sabe que esse time pode render no minimo o dobro do que rende ha mais de 2 anos. E isso é proibido de falar porque não se questiona time que ganha e porque não se discute com tecnico que tem o apoio da torcida.

“Ele é sãopaulino, porra!”, dizem os fãs.

Eu também sou. Me coloca la… eu respondo. rs

Tá na hora de se questionar SIM o trabalho do Muricy no SPFC. Não de demitir o sujeito, mas de se cobrar DESEMPENHO, não apenas 1×0 e aquele futebolzinho digno de Mogi Mirim que ele insiste em colocar em pratica.

No Morumbi, digo e repito pra quem quiser: Muuuuuuuuuuita gente da diretoria não gosta do trabalho dele. É bancado 95% pelo presidente, porque se dependesse da diretoria do clube ele teria saido em 2007. 

Mas ele vai passar do Cruzeiro, vai chegar na Libertadores, pode ganhar o Brasileiro.. e ninguem questiona a qualidade disso. 

Futebol é resultado. 

Mas, no Morumbi, só o resultado do Brasileirão interessa. Os demais torneios, e já são 11, não são considerados.

Porque quando ele bate no bracinho o torcedor se derrete todo.

Diz que vende jogador pro clube, sendo que a base é ignorada por ele. Não usou 80% dos reforcos que o clube trouxe em 4 anos, e diz que é bom de valorizar.

Fala em “respeitar caracteristica de jogador”e  improvisa meio time. 

Matou Richarlyson, mata Hernanes, matou Souza na ala, empurrou o Arouca pra lateral, meteu o Zé numa fria, acabou com o Aloisio mandando o sujeito virar de costas, e já faz o mesmo com Washington. Não deixa o Borges no time nem com artilharias seguidas, e diz que “ganha pouco”, sendo que 400 paus por mes não me parece um salario ruim.

É só colocar pedreiro pra empilhar tijolo e encanador pra cuidar de cano que a obra anda. 

Mesmo que o engenheiro seja leigo em arquitetura… 

Mas é tudo culpa do Muricy? 

Não. Mas quando um não joga é fase, dois é azar, tres é muito azar. Quando um time não joga bola, a culpa é de quem comanda o time. Porque má fase não é virose. 

Daqui 5 anos eu quero ver onde estará o Muricy. 

Leão ou Luxemburgo?

Real Madrid, titulos ou demissões em sequencia? 

Essa nem o mais apaixonado ou o mais corneta responde. 

Porque titulos, meu caro amigo… convenhamos, o Lopes tem de quilo. O Joel tem de monte. O Carpegiane tem Libertadores e Mundial… E aí? 

Só o tempo dirá. É o SPFC ou o Muricy? 

Não, eu não torço contra. Sou louco pra poder vir após um jogo e dizer: “Porra! Enfim o SPFC jogou uma grande partida, foi pra cima, laterais subindo, cada um na sua posição…”. Mas não consigo. 

Eu seria mentiroso. E não sou. 

Tem mais 20 dias pro jogo de volta. 

Eu quero muito poder voltar aqui e elogiar o Muricy como já fiz diversas vezes no dia 18 de junho. Mas, desse jeito… nada me faz crer que acontecerá. 

A última vez que consegui fazer um elogio ao time dele meu blog devia ser no zip.net… 

Passo por corneteiro, mas não passo por cego. 

O bom torcedor é aquele que quer o melhor pro seu time, não aquele que apoia erros só pra se dizer apaixonado. 

E quando tá errado, tem que ser dito. 

Nem com Amarildo, Caio, Luis Carlos e Claudio (lateral) o SPFC jogava tão feio e MAL. 

Como diz o Muricy, “quer espetaculo vai ao Municipal”. 

Faça isso. Só não vá ao Morumbi… 

abs,
RicaPerrone