Home » Futebol » Show de bola

Show de bola

Ontem Santos e Santo André se enfrentaram pelo Brasileirão. O jogo em si não indicava nenhum grande atrativo, mas para quem acompanha Sergio Guedes e Wagner Mancini, os dois melhores tecnicos da nova safra, valia o ingresso.

E valeu! 3×3, com dois times ofensivos, que tocam a bola no chão, driblam e dão espetáculo.

É animador ver uma geração de treinadores começando e buscando o gol.  Um sujeito treinar um time pequeno como o Santo Andre, sem grande elenco nem nada, e meter os 11 pra jogar bola em cima do poderoso Santos.

Assim como Mancini, que chegou pra “salvar” o Santos e o fez mandando o time atacar, não perder de pouco.  Ontem foi um presente pra quem gosta de futebol. Não são dois times onde a qualidade técnica vai aparecer toda hora. Mas, eram 2 equipes que buscavam o jogo o tempo todo. 

BOla de pé em pé, movimentação, toques rapidos, dribles, passes ousados. Enfim, um jogaço!

A única coisa que estraga um jogo assim é ver aquele goleiro do Santos continuar, ja com seus 30 e poucos anos, a ser violento e maldoso. Enfiou uma porrada no Gustavo Nery que tirou o sujeito da partida. Maldosa, como quase sempre ele faz.

Tá na hora de alguem punir devidamente este sujeito, porque o tanto que ele tem de talento pra defender o gol do Peixe ele tem de maldade pra agredir um rival.  E ainda tem gente que sugere ele na seleção…

Enfim, um 3×3 que poderia ter sido 5×5, 3×2 pra algum lado, nào faria a menor diferença.

E tudo isso com direito a golaço dele!!! Dele quem? Dele!!!

Quem?

Fabããããããããããããããããããããããããããããããããããããoooooooo Air de Boer!!!! Monstro sagrado das finais de Libertadores.

 Quando acabou, o time da casa recebeu aplausos da torcida. O visitante, idem.

Merecidíssimos, diga-se!

abs,
RicaPerrone