Home » Futebol » Clubes » Flamengo » Sem Zico, pelo Flamengo

Sem Zico, pelo Flamengo

Você procura palavras pra definir o que aconteceu na Gávea hoje cedo e não encontra. Procura culpados e eles não tem nome, procura motivos e eles são todos mal contados. Você olha o manto rubro-negro e tenta entender o que seria dele se não fosse o sujeito da foto ao lado.

Você, eu, qualquer pessoa de bem que ame o futebol amanheceu de luto. A esperança rubro-negra em ver as coisas caminharem pra algo decente acabou. Zico está fora, porque ele é grande demais pra fazer parte disso.

Com ele vai a fé de milhões de torcedores que sonharam em ver o seu maior ídolo, sério e profissional, conseguir mudar alguma coisa dentro daquela máfia chamada Flamengo. Aquele clube gigante, com 35 milhões de proprietarios legítimos que é comandado por uma duzia de despreparados que não amam o Flamengo.

Cargos não remunerados (faz-me rir) e diretorias para acordos politicos deram ao clube uma nuvem negra que não sai mais. Qualquer coisa que o time faça em campo é mérito do time, da torcida, do técnico. Acima deles, melhora, piora, mas nada se resolve.

São sempre os mesmos, é sempre a mesma palhaçada, os mesmos “golpes”, os mesmos interesses pessoais em fazer fama, poder e dinheiro em cima da paixão alheia. É igualzinho o que fazem algumas igrejas, lucrar em cima da fé.

Zico deixa o Flamengo pelo mesmo motivo que o Beluzzo não aguentou o Palmeiras. É impossível administrar com profissionalismo algo amador do porteiro ao presidente. Clube de futebol no Brasil é uma oportunidade única de alguém se tornar poderoso e rico sem ter formação nenhuma.

Como você controla uma empresa se tem diretores pessimos que não podem sair porque são “vitalicios”?

Como se administra algo sério onde as pessoas trocam cargos por favores pessoais fora do clube?

No Brasil, pra fazer algo no futebol, não basta ser competente. Tem que ser malandro, e malandragem por aqui é um termo que remete a coisas ruins, como levar vantagem.

Zico é honesto, transparente, tem uma vida limpa e correta. No Japão, onde ninguém quis derruba-lo pra tentar continuar ganhando por fora, ele inventou o futebol. No Flamengo, onde ele é ídolo, não consegue nem organizar o futebol.

Será que é competencia o problema? Claro que não.

Seja lá quem for o imbecil que prejudicou o Galo e chegou a ameaçar sua família, vai ficar tudo como está. Onde não há fiscalização, hierarquia ou um sistema claro de administração, cada um faz o que quer e foda-se o seu clube do coração.

Você é apenas um dos milhões de brasileiros enganados por dirigentes escrotos que preferem ganhar um troco por fora do que fazer algo digno e construir carreira no futebol.

Zico deixa o Flamengo, que não deixa de ser uma bagunça.

Se havia esperança de um clube maior e melhor, ela acaba provisoriamente hoje. Os que lá estão não farão um clube profissional e correto, pois não é do interesse deles. E os que virão serão eleitos e reeleitos por estes mesmos caras, que não deixam o Flamengo crescer de forma alguma.

Morreu um pedaço da história do Flamengo, morreu a esperança de milhões e venceu, de novo, a sujeira do futebol.

Até quando?

Chega de “Com Zico pelo Flamengo”. É hora de ser “com o Flamengo pelo Flamengo”.

E aí sim, pelo Flamengo, ele pode voltar um dia. Porque pra essa gente ele não trabalha, e faz muito bem.

abs,
RicaPerrone